';

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Super Bowl deve triplicar diária média em Atlanta, prevê STR

Por Vinicius Medeiros 10 de dezembro de 2018

STR - AtlantaAtlanta sedia o evento em 3 de fevereiro de 2019

A hotelaria de Atlanta já aguarda com a ansiedade a chegada de fevereiro. A cidade sediará a 53ª edição do Super Bowl, um dos principais eventos esportivos mundiais. Conhecido pelos impressionantes números relacionados à audiência televisiva, o final de semana de competição também lota os hotéis dos mercados por onde passa. Segundo o STR, as tarifas devem triplicar em Atlanta. 

Em 2019, o Super Bowl será realizado no Mercedes-Benz Stadium, em 3 de fevereiro. "Um típico fim de semana no início de fevereiro em Atlanta gera uma diária média de US$ 90. Com o evento, o indicador deve saltar para algo próximo a US$ 270", informa Blake Reiter, diretor da STR. Em outubro, a hotelaria americana teve bons números.

STR: comparações

Para um mercado consolidado como Atlanta, Reiter considera as projeções boas. Segundo ele, a cidade tem uma demanda estabelecida de turistas em trânsito (em função do aeroporto local ser um hub mundial) e no segmento de grupo. “Dessa forma, enquanto projetamos aumento significativo na ocupação durante o Super Bowl, grande parte do ganho previsto de 350% no RevPar será impulsionado pela alta na diária média“, explica.

Quando comparada às cidades anfitriãs anteriores do Super Bowl, Atlanta terá a maior oferta de quartos. Até em função disso, as projeções de ocupação e de diária média são as mais baixas para a data, comparativamente falando. “A cidade com melhores indicadores em função do Super Bowl nos últimos anos foi Indianápolis, Na cidade, a oferta é mais limitada em comparação a Atlanta e Nova York, por exemplo”, finaliza Reiter.

Abaixo é possível ver um gráfico comparativo entre as ultimas cidades a receber a grande final da NFL (National Football League).

STR - dados comparativos

(*) Crédito da capa: SeaReeds/Pixabay

(**) Crédito da foto: paulbr75/Pixabay 

(***) Fonte do infográfico: STR