';

"Novas fases, muitas mudanças e novidades para vocês!"

Vinicius Medeiros
Editor-Chefe
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Foz do Iguaçu organiza retomada definitiva

Por Redação 5 de agosto de 2020

foz do iguaçu - retomada - felipe gonzalezGonzalez: reabertura dos atrativos agora precisa ser definitiva

Gradativamente, destinos brasileiros organizam sua volta. Depois de Gramado e Monte Verde, agora Foz do Iguaçu se prepara para retomada definitiva. Reconhecido como local prioritariamente turístico, o setor é responsável pela fonte de renda de mais de um terço de sua população.

Com fortalecimento da Gestão Integrada do Turismo, o retorno acontece para apaziguar os impactos negativos deixados pela crise. Desde o início da pandemia, ainda em março, dois decretos foram severos com a economia da cidade. Sendo que o último, no início de julho, foi considerado pelo setor turístico como extremamente prejudicial.

Com hotéis, atrativos, restaurantes e agências de receptivo cumprindo à risca os protocolos sanitários exigidos, o novo fechamento mexeu com os ânimos do setor e do mercado, o que novamente trouxe um impacto negativo, provocando nova estagnação e causando uma incerteza, deixando os turistas inseguros para viajar. 

“Essa etapa precisa ser vista com agilidade e com o pensamento voltado para a saúde financeira das empresas, manutenção de funcionários e recolocação daqueles desligados nas etapas anteriores e, para isso, estamos atuando junto às demais instituições que compõem a Gestão, no intuito de unir esforços para que a retomada no destino seja mais rápida do que se espera”, diz Felipe Gonzalez, presidente do Visit Iguassu.

“A reabertura dos atrativos agora precisa ser definitiva. Desde o início, Foz do Iguaçu pode ser considerado como um dos destinos mais preparados do país com relação aos protocolos de segurança. As barreiras sanitárias no aeroporto e em todos os estabelecimentos de serviços e comerciais nos deixam confiantes que é o momento oportuno de buscarmos o retorno de nossos turistas, com segurança, responsabilidade e respeito à vida”, complementa Gonzalez.

Ainda que as fronteiras estejam fechadas e sem previsão de reabertura, o local já organiza a volta das atrações turísticas. Desde a abertura da visitação na usina Itaipu Binacional, a expectativa era da retomada geral dos atrativos de Foz do Iguaçu.

Foz do Iguaçu: reaberturas

Ontem (4) retornou as atividades o Parque Nacional do Iguaçu, cumprindo os horários das 9h às 16h, aberto de terça-feira a domingo. Seguindo este mesmo cronograma de dias e horário, voltam a operar o Itaipu Binacional (Visita Itaipu Panorâmica),  as Cataratas do Iguaçu no Parque Nacional, Macuco Safari e o Helisul.

Voltam ainda o Marco das 3 Fronteiras, com funcionamento de terça a domingo, das 15h às 21h, e o Dreams Park Show com Museu de Cera, Maravilhas do Mundo e Vale dos Dinossauros. Este último operando de terça a domingo, das 13h às 18h. Faltando apenas o Parque das Aves, que tem previsão de reabertura para setembro.

(*) Crédito da capa: Nayara Matteis/Hotelier News

(**) Crédito da foto: Divulgação/Visit Iguassu