';

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Gol vê primeiros sinais de melhora em resultados prévios de tráfego de maio

Por Redação 8 de junho de 2020

gol- rotasCompanhia aumentou sua malha aérea para 70 voos por dia

No início de maio, a Gol anunciou queda de 93,6% na demanda de abril. Com o fim do mês, a companhia anuncia os resultados, confirmando as quedas. Todavia, há pelo menos o início dos sinais de recuperação.

Assim como apontou a Iata (Associação Internacional de Transporte Aéreo), a demanda por serviços começa a se recuperar. No mercado doméstico em maio deste ano, a demanda (RPK) da Gol cresceu 5% em comparação ao mês anterior. Já a oferta (ASK) aumentou 12,1% ainda sobre a mesma comparação.

Com o aumento da malha aérea para 70 voos por dia, os principais destinos atendidos foram os aeroportos do Galeão (Rio de Janeiro) e Brasília. Voltaram a operar ainda os  aeroportos de Congonhas (São Paulo), Santos Dumont (Rio de Janeiro), Navegantes (Santa Catarina) e Foz do Iguaçu (Paraná).

Gol: resultados de maio

Mesmo diante dos primeiros sinais de melhora, os resultados ainda apresentam quedas bruscas. Quando comparada ao mesmo período do ano passado, as decolagens domésticas sofreram uma queda de 92,5%. Em âmbito global, a queda foi de 93%. Já em relação aos assentos, em comparação com maio de 2019 a queda foi de 93,6% em números totais e de 93,2% para voos domésticos.

Já taxa de ocupação no setor doméstico foi 74,8%, com uma queda apenas de 8,3% em relação à maio de 2019. Em relação aos voos internacionais, a companhia ainda não voltou a operar.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Gol Linhas Aéreas