Airbnb lança protocolo de higienização para prevenção do coronavírus

Airbnb - protocolo de limpezaEntre outras ações, plano engloba espera de 72h entre estadias

Afetado pela pandemia de coronavírus com altos índices de cancelamentos, o Airbnb corre o risco de perder grande parte de seus anfitriões. Muitos excluíram suas propriedades do aplicativo nos últimos meses, segundo a GlobalData. Pensando na prevenção contra a Covid-19 e na mudança de comportamento do consumidor, a plataforma anunciou o lançamento de dois programas de higienização.

A empresa acredita que as normas rigorosas de limpeza podem ser um fator determinante na confiança dos hóspedes no pós-pandemia. O plano inclui uma ferramenta de reserva que bloqueia novas estadias automaticamente por um período de até 72h, sendo a higienização a única atividade permitida na propriedade. O Airbnb também lançará em maio um protocolo menos rigoroso para anfitriões que não têm recursos para bancar os produtos de limpeza necessários para obtenção do certificado.

A iniciativa parece uma resposta do segmento de short-term rent às ações implementadas pela hotelaria. A Accor, por exemplo, firmou parceria com o Bureau Veritas e lançou um selo que cobrirá tanto acomodações, quanto serviços gastronômicos. A ideia é não só definir padrões sanitários aplicáveis às unidades do grupo, bem como para outras redes e hotéis independentes. Na semana seguinte, a Marriott criou plataforma de padronização de protocolos globais de higiene

Airbnb: protocolos de limpeza

Os anfitriões deverão se comprometer a limpar todos os cômodos da casa seguindo as orientações anunciadas pelo Airbnb e, desta forma, obter a certificação. “O Protocolo de Limpeza também incluirá informações específicas sobre a prevenção do Covid-19, como um período de espera antes da entrada, uso de equipamentos de proteção individual, como máscaras e luvas, além de desinfetantes e desinfetantes aprovados pelas autoridades reguladoras”, afirm a empresa, em comunicado. “Esses padrões estarão disponíveis para todos os hosts e nós os incentivamos a comprometer e adotar essas práticas aprimoradas de limpeza.”

Para desenvolver os programas, que o Airbnb chama de "Iniciativa de Limpeza Aprimorada", a plataforma recebeu orientação do médico Vivek Murthy. Além disso, usou protolocos padrões publicados pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças do governo norte-americano.

Ao procurarem estadias no Airbnb, os hóspedes poderão identificar se os hosts aderiram a um dos dois programas de limpeza e prevenção de coronavírus que o Airbnb recomenda. Alguns anfitriões podem não adotar as medidas, mas podem correr o risco de perder reservas.

(*) Crédito da foto: Free-Photos/Pixabay

Comentários