Alagev divulga manifesto para ajudar na redução dos impactos do coronavírus

Alagev - manifesto coronavírus_ Eduardo MuradTexto é assinado pelos três principais executivos da entidade, caso de Murad

Resiliência. Na visão da Alagev (Associação Latino America de Gestão de Eventos e Viagens Corporativas), essa é a palavra-chave para o momento atual. Pensando nisso, e visando amenizar as preocupações que rodeiam o profissional da área, a entidade preparou um manifesto, que traz ainda um manual de boas práticas.

Assinado por Rodrigo Cezar, Eduardo Murad e Giovana Jannuzzelli, presidente, diretor-executivo e gerente-executiva, respectivamente, da Alagev, o documento fala em união e aponta caminhos. “É tempo, também, de nos unirmos, olharmos o nosso mercado e a nossa cadeia e nos transformarmos em agentes de mudança. Para isso, precisamos criar protocolos que sejam, de imediato, colocados em prática”, diz o texto, divulgado ontem (23).

O manifesto é mais uma ação da entidade em meio ao impacto do coronavírus no mercado de turismo. Antes, a Alagev havia divulgado levantamento sobre como a covid-19 está afetando o mercado.

Alagev: boas práticas

O primeiro passo é evitar cancelamentos. Sempre que possível remarcar serviços de viagens, hospedagens e eventos, entre outros. Desta forma, é possível manter o mercado ativo, sem grandes prejuízos, diz o comunicado. Do mesmo jeito, é importante não cancelar contratos com fornecedores. “Seja empático e negocie, sempre considerando que os dois lados estão sendo impactados nesse momento. Empatia!” 

As boas relações são importantes para momentos de crise. Diálogo deve ser a base entre parceiro de negócios, entendendo contratos e evitando ameaças e desgastes na relação. A flexibilização de pagamentos é uma ação importante para cadeia nesse momento, diz a Alagev no documento. 

Momentos de crise também são boas oportunidades para crescimento de novos modelos de negócio. E outra ferramenta fundamental para o momento é a comunicação, tanto presente dentro da empresa, quanto no mundo digital: “Mostre o que sua empresa está fazendo. É hora de compartilhar as boas práticas! Sua ideia pode ajudar outro player da indústria, mesmo que não seja do mesmo segmento”.

O momento também é de manter os pés no chão e pensar de forma estratégia: “Crie ou participe de comitês de crise e de recuperação. Se faz necessário uma reavaliação de todos os lados. A prevenção e a contenção do novo coronavírus é uma realidade dura e indispensável. Mas cabe a nós minimizarmos os desdobramentos negativos que a pandemia ainda trará”.

(*) Crédito da capa: jarmoluk/Pixabay

(**) Crédito da foto: Arquivo HN

Comentários