Com Madrid em destaque, Europa tem bons índices em outubro, diz STR

O início do outono no Velho Continente foi marcado por bons resultados na indústria hoteleira. Em outubro, o setor registrou expansão nos três principais indicadores do setor. Destaque para duas cidades com forte apelo turístico no continente: Madrid e Amsterdam. Os dados são compilados pela STR.

Frente igual período de 2017, a ocupação na hotelaria europeia subiu 2,4% em outubro, fechando em 77,4%. Já diária média e RevPar subiram 6% (para € 116,15) e 8,6% (para € 89,89), respectivamente, na mesma base de comparação. Em agosto, em pleno verão europeu, os resultados também foram positivos.

Vale lembrar ainda que, em outubro, a hotelaria londrina também foi muito bem. Influenciado pela realização de jogos da NFL (National Football League), a cidade registrou a ocupação e o RevPAR mais altos em toda série histórica da STR.

STR - Amsterdam em outubroCidade holandesa teve três eventos de grande porte

STR: Madrid e Amsterdam

Impulsionado pelo segmento Mice (Meetings, Incentives, Conferences and Exhibitions), a capital espanhola teve alta nos três indicadores do setor. Realizado de 9 a 11 de outubro, o congresso farmacêutico CPhI Worldwide lotou os hotéis, elevando a demanda (room nights vendidos) em 7,4%. Em resultado, os níveis de RevPar foram os mais altos já registrados desde o início da série histórica da STR.

No geral, puxado pela alta na demanda, a hotelaria madrilenha apresentou expansão de 5,6% na ocupação na comparação anual. Em paralelo, o RevPar subiu 24,5% (para € 119,07), enquanto a diária média aumentou 6,2% (para € 138,88) na mesma base de análise.

Amsterdam teve três eventos espalhados ao longo do mês que proporcionaram impacto positivo na performance. São eles: Helitech International (de 16 a 18 de outubro), Offshore Energy Exhibition & Conference (22 a 24) e Amsterdam Dance Event (17 a 21). Em resultado, a diária média expandiu 3,2% (para € 158,87) e o RevPar avançou 1,8% (para € 134,96). Em contrapartida, a ocupação recuou 1,4%, para 84,9%.
 
(*) Crédito da capa: Vinicius Medeiros/Hotelier News

(*) Crédito da foto: baadu/Pixabay

Comentários