Comitiva do Mtur participa de maior feira de serviços da China

Principal feira do setor de serviços da China, a da CIFTIS (China Beijing International Fair for Trade in Services) começou hoje (28), em Pequim. O Brasil é convidado de honra do encontro, tendo um estande de 370 metros quadrados. No total, 25 representantes de destinos nacionais e da iniciativa privada compõem a comitiva brasileira. Na bagagem, eles querem trazer de volta acordo com interessados chineses em investir até US$ 4,5 bilhões no país.

Bandeira da China - MturChina é o maior emissor de turistas no mundo

A China é o principal emissor de turistas no mundo, com 135 milhões de viajantes. Ainda assim, apenas 61,2 mil visitaram o Brasil em 2017. Embora o desempenho do ano passado represente crescimento de 6% frente a 2016, a China é um mercado ainda pouco explorado, como mostrarmos em matéria recente.

Em parceria com o MRE (Ministério de Relações Exteriores), o MTur (Ministério do Turismo) vem criando iniciativas para estimular esse fluxo. Entre elas, por exemplo, o Brasil ampliou de três meses para cinco anos o tempo de duração dos vistos de turistas com múltiplas entradas. Além disso, abrirá nove Visa Centers na China nos próximos meses, passando dos três atuais para 12.

“Como convidado de honra, temos a obrigação de estarmos bem representados. Por isso, viemos com uma comitiva de diversas regiões do país. São pessoas que querem fazer negócios e trabalhar para o aumento do fluxo de chineses para o Brasil”, explicou o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz. “Esperamos que este momento marque o início de importantes negócios e o fortalecimento definitivo da relação entre os dois países”, completou.

China: a feira

A CIFTIS é organizada pelo Ministério do Comércio da China e pela prefeitura de Pequim. Com periodicidade bienal, o encontro abrange todos os 12 setores de serviços definidos pela Organização Mundial do Comércio (OMC), incluindo o turismo.

José Antônio Parente, secretário Nacional de Estruturação do Turismo, é o representante do MTur no evento, que teve presença de Hu Chunhua, vice-primeiro-ministro da China. “Estamos com uma grande expectativa. Entendemos que a China é um importante parceiro comercial do Brasil e que podemos estreitar ainda mais essa relação no campo do turismo”, avalia Parente. “Sabemos que o Brasil tem atrativos naturais únicos que se encaixam no perfil dos turistas chineses, casos do Pantanal, da Amazônia e de Foz do Iguaçu. Queremos reforçar todo esse potencial durante a CIFTIS”, finaliza Parente.

(*) Crédito da capa e da foto: OpenClipart-Vectors/Pixabay

Comentários