Coronavírus: mais hotéis e resorts suspendem atividades

coronavírusSofitel Guarujá Jequitimar suspende operações por tempo indeterminado

Seguindo os protocolos de isolamento social orientados pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e Ministério da Saúde, mais hotéis e resorts vêm anunciando a suspensão de suas atividades. Hoje (20), a Aviva comunicou a paralisação das operações do Rio Quente (GO) e Costa do Sauípe (BA) a partir de domingo (22) até o dia 30 de abril. Quem tomou a mesma decisão foi o Malai Manso, que paralisa atividades de 23 de março e 12 de abril. Já a Accor vai fechar as portas do Sofitel Guarujá Jequitimar por tempo indeterminado.  

A Aviva ainda informa que um serviço especial de plantão está à disposição dos clientes na central de reservas para atender às solicitações e remarcações de viagens em ambos os empreendimentos. Para aqueles que possuem estadia na unidade do Guarujá, o contato deve ser feito via email ou telefone. Já o resort mato-grossense pede aos clientes que usem o telefone (65) 3028-0404 ou o email remarcacao@malaimansoresort.com.br.

Esta semana foi de muitos anuncios de fechamentos. A Laghetto Hotéis está com suas operações paralisadas até o dia 30 de abril - mesma data em que o Serhs Natal pretende retomar suas atividades. A ICH deve seguir com algumas unidades funcionando com o auxílio de um comitê de crise e equipes reduzidas.

Coronavírus: ações governamentais

Com altas demandas do setor de turismo, incluindo a hotelaria, o MTur (Ministério do Turismo) apresentou ontem (19) uma Medida Provisória para auxiliar o mercado durante o período de pandemia. Entre as ações está a suspensão de contratos de trabalho, assegurando acesso ao seguro-desemprego enquanto a crise durar.

(*) Crédito da capa: Divulgação/Aviva

(**) Crédito da foto: Divulgação/Accor

Comentários