Da Inglaterra ao Brasil: conheça a trajetória de Annie Morrissey

annie morrissey- lobbyExecutiva está no Brasil há mais de 30 anos

Há 30 anos, Annie Morrissey, diretora de Vendas e Marketing da Bourbon Hotéis & Resorts, chegava ao Brasil. Natural de Birmingham, Inglaterra, a executiva fez carreira em terras tupiniquins após atuar nos Estados Unidos e implementar escritórios da empresa em que trabalhava na América Latina.

O primeiro contato com o Brasil se deu por conta de um convite da Pegasus Solutions, companhia de reservas de hotéis via call center com 6,5 mil empreendimentos no portfólio. Formada em Espanhol, Annie veio para o país com 23 anos para atuar no escritório da empresa em São Paulo. “Eu era muito jovem, não tinha nada a perder e com um emprego garantido. Fui escolhida por falar espanhol, o que facilitava a comunicação”, conta. 

Estabilizada na capital paulista, a Pegasus colocou em prática um plano de expansão para países latino-americanos, no qual a diretora foi encarregada de abrir os escritórios. “Viajei por diversos países como Peru, Venezuela, México e Chile. Foram cerca de nove escritórios abertos em oito anos. Este trabalho me deu experiência e abertura de portas até me tornar diretora para América Latina de call centers”.

Ainda pela Pegasus, a executiva atuou por quatro anos em Washington até retornar ao Brasil, em 2001. No mesmo ano, a Atlantica Hotels, na época com 12 hotéis, convidou Annie para se juntar ao time como vice-presidente de Vendas e Marketing, onde permaneceu por 16 anos. “Na época, a Atlantica tinha um plano de expansão enorme e muito rápida. Quando saí da empresa, em 2017, a rede tinha 87 unidades. Neste período, abrimos quase 70 hotéis. Foi uma época ótima. Tenho boas memórias”, relembra.

Após o desligamento da rede, a profissional decidiu tirar um ano sabático e aproveitar a família. “Tenho uma filha de 17 anos e precisava de um tempo para ficar mais próxima dela e da minha família”. No início deste ano, a Bourbon chamou a executiva para ocupar o cargo de diretora de Vendas e Marketing, com o desafio de unificar os departamentos. “A Bourbon é uma rede que prega muito a hospitalidade, o cuidar do cliente. Este foi um dos motivos que aceitei a vaga”.

Annie Morrisey: mercado nacional x internacional

Quando questionada sobre as diferenças entre o mercado hoteleiro nacional e internacional, ela é categórica ao afirmar que o brasileiro trabalha demais. “Na Inglaterra e nos EUA, as pessoas são muito focadas, fazem o que têm que fazer e vão embora. Aqui, vejo as pessoas mais dispersas, mas há mais interação humana também”, comenta. “Tentamos ser disciplinados na Bourbon, pois não quero ver as pessoas trabalhando até tarde. Em primeiro lugar vem a família, depois a saúde e em terceiro a empresa”.

Sobre as perspectivas de mercado, ela afirma ter os pés no chão sem fazer grandes projeções. “A ocupação hoteleira está forte, com uma movimentação interessante, mas não acredito que 2020 será muito diferente deste ano”.

Para finalizar, Annie comenta o que mais a encanta no setor. “Eu amo a hotelaria pelas pessoas, te abre portas para conhecer lugares que você nunca imaginou. É muito gostoso e desafiador estar sempre em busca de encantar o hóspede com o que você tem a oferecer”.

(*) Crédito da foto: Nayara Matteis/Hotelier News

Comentários