Documentário sobre Alain Ducasse é destaque de festival de cinema

Alain DucasseLonga de Maistre gravou Ducasse no Brasil

Reconhecido como um dos maiores chefs da gastronomia mundial, Alain Ducasse ganhou um documentário inédito sobre sua vida e carreira. Intitulado "A Busca do Chef Ducasse", o filme é destaque da programação do Festival Varilux de Cinema Francês de 2018. O evento, que ocorre simultaneamente em 62 cidades brasileiras, será realizado de 7 a 20 de junho.

Dirigido por Gilles Maistre, o longa não tem uma pegada jornalística, como explica o cineasta francês. “Queria algo sentimental e não investigativo. Não é totalmente ele, mas a visão que tenho dele", explica.

O Brasil está presente na produção. Em Ilhéus (BA), na Bahia, Ducasse acompanhou o processo de colhimento de cacau até o produto final. Já no Rio de Janeiro, cozinhou no Refettorio Gastronomotiva, restaurante comunitário que reaproveita alimentos que seriam descartados dos supermercados.

Além do Brasil, a equipe do filme acompanhou o premiado chef em viagens aos Estados Unidos, China, Mongólia, Reino Unido, Filipinas e Japão. Em paralelo, faz um recorte da trajetória de Ducasse, que possui 23 restaurantes em todo o mundo e detém 18 estrelas do Guia Michellin.

Sobre Alain Ducasse

Alain Ducasse nasceu em Orthez, sudoeste da França. Iniciou-se na gastronomia aos 16 anos, no restaurante Pavillon Landais, em Soutons. A seguir, ingressou na escola de hotelaria de Bordeaux. Trabalhou em estabelecimentos de chefs reconhecidos, casos de Michel Guérard e Gaston Lenôtre. Além disso, trabalhou no prestigiado Moulin de Mougins.

A primeira vez que assumiu como chef foi em 1980, nas cozinhas do L'amandier, em Mougins. Um ano depois, ficou encarregado como chef no La Terrasse, do Hôtel Juana, em Juan-les-Pins. Em 1984, Ducasse foi premiado pela primeira vez com duas estrelas Michelin.

Hoje, discípulos do chef francês são responsáveis por cardápios em restaurante de hotéis no mundo todo. Entre eles, do renovado restaurante Taste It Food & Lounge, do Pullman São Paulo Ibirapuera.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Festival Varilux de Cinema Francês 2018

Comentários