Hotéis atuam como suporte no combate ao coronavírus

coronavírusHotéis Bourbon estão disponíveis para ajudar no combate ao vírus

Diariamente, hotéis em todas as regiões do país fecham suas portas devido à pandemia de coronavírus. Com as operações suspensas seja pela falta de demanda de hóspedes ou pela preservação da saúde de clientes e colaboradores, empreendimentos independentes e redes hoteleiras entraram em cena para ajudar no combate ao vírus.

O Hotel Pires, primogênito da Rede Pires Hotéis, manteve suas portas abertas para receber profissionais da saúde. A unidade de Balneário Camboriú (SC) disponibilizou 160 dormitórios cortesia individuais e/ou para casais para acolher médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem entre outras profissões que atuam na linha de frente contra a covid-19. Até o momento, 16 pessoas estão hospedadas no local.

“Optamos por receber estes profissionais devido à demanda em Balneário Camboriú. Foi uma saída para ajudar a comunidade e não fechar o hotel, que completa 50 anos em 2020. Estamos operando com equipes reduzidas devidamente treinadas por um infectologista. Caso seja necessário e os casos de covid-19 aumentem, estamos dispostos a abrir outras unidades da Rede Pires”, explica Daniela John Giaretta, gerente comercial da rede.

Segundo a profissional, a operação passou por algumas adaptações. O café da manhã, por exemplo, não é servido no restaurante, mas oferecido em um american bar em embalagens individuais. Já a equipe de governança vem dando maior atenção quanto a higienização de superfícies como maçanetas e botões dos elevadores.

Em São Paulo, o Novotel Morumbi vai atender a uma rede privada de hospitais com tarifas solidárias para profissionais da saúde. A Accor ainda abre as portas de outros dois hotéis para idosos e grupos de risco que necessitam de isolamento em Guarulhos (SP) em parceria com o GRU Convention (Guarulhos Convention & Visitors Bureau).

Coronavírus: infectados

Em Gramado (RS), o Hotel Sesc Gramado colocou sua infraestrutura à disposição do governo para receber pessoas possivelmente infectadas pelo coronavírus. O empreendimento gaúcho anunciou a disponibilidade de leitos de quarentena em casos de emergência, permitindo isolamento total dos pacientes.

Em nota, a Bourbon Hotéis & Resorts informa que também abrirá as portas de suas unidades pelo país, caso seja necessário. “Devido ao avanço enfrentado globalmente pelo covid-19, a Bourbon Hotéis & Resorts teve a iniciativa de disponibilizar seus empreendimentos nacionais para as autoridades a fim de auxiliar no combate ao vírus”, diz o comunicado.

Sem maiores detalhes, o grupo hoteleiro ainda afirma que uma de suas propriedades já está abrigando uma tripulação em quarentena. A rede ainda doou alimentos que não seriam utilizados para a Associação Centro Terapêutico Lapidar e para o Abrigo de Idosos Alexandre Dahruj.

No interior de São Paulo, um hotel em Americana atua dando suporte aos trabalhadores que auxiliam na logística de abastecimento de mercados e hospitais. A hospedagem recebe caminhoneiros que transportam mercadorias essenciais, como alimentos, medicamentos e oxigênio. Na última semana, o empreendimento chegou a registrar 30% de ocupação.

(*) Crédito da capa: Divulgação/Rede Pires de Hotéis

(**) Crédito da foto: Divulgação/Bourbon Hotéis & Resorts

Comentários