Hotéis Deville alinham detalhes para abrir unidade na região da Berrini

Vista da região da Berrini

Com um hotel na Região Metropolitana de São Paulo, o Marriott São Paulo Airport, os Hotéis Deville estão próximos de ampliar seu portfólio no mercado paulistano. A rede mira a região da Berrini e já acerta os últimos detalhes, em termos de autorização com a Prefeitura, para iniciar as obras. 

Segundo Cicero Vilela, diretor Comercial e de Marketing dos Hotéis Deville, o projeto está avançando cada vez mais. “ideia é obter todas as aprovações ainda este ano para começar as obras. Com isso, nossa previsão inicial é abrir as portas no primeiro semestre de 2021”, afirma o executivo. “Se tudo correr bem, existe a possibilidade de inaugurar no segundo semestre de 2020”, completa.

Vilela conta que ainda há indefinição a cerca do perfil do empreendimento. Uma coisa, contudo, é certa: por conta da região escolhida, a propriedade mira o mercado corporativo. “Estamos entre um hotel midscale e midscale de alto padrão”, revela, destacando que outra interrogação se refere à operação.

“É um projeto para 2020 ou 2021. Ainda não definimos se utilizaremos nossa bandeira Prime ou se partiremos para um contrato de franquia”, afirma o diretor dos Hotéis Deville, acrescentando que mantém conversas com duas redes internacionais.

Hotéis Deville: mais investimentos

Numa perspectiva mais imediata, a rede curitibana destinará R$ 7,5 milhões para investimentos nas unidades em operação. “Faremos uma ampla reforma no Deville Prime Salvador este ano. Além disso, vamos concluir as obras no Deville Prime Cuiabá, iniciadas no ano passado”, comenta Vilela, destacando que outros aportes estão previstos.

“É uma política da empresa destinar anualmente recursos para atualização e conservação dos hotéis, sejam para a parte estrutural, como para a operacional. Em 2017, por exemplo, o total investido chegou a R$ 12 milhões”, revela o executivo. “Este ano faremos também a troca de 80% dos aparelhos de TV das unidades”, finaliza.

Comentários