Península de Yucatán tem maior pipeline de desenvolvimento da América Latina, aponta STR

STR - Cancún, YucatánPraia de Cancún: o conhecido destino fica em Yucatán

Com 4.668 quartos em construção (4,7% da oferta atual na região) até abril de 2018, a Península de Yucatán, região no México onde fica Cancún, tem o maior pipeline da América Latina. O país asteca, por sinal, é destaque em termos de inaugurações previstas. No total, o mercado mexicano ganhará 8.691 apartamentos, aponta levantamento da STR.

Outro destaque é a República Dominicana. Segundo a STR, 3.715 quartos serão construídos nos próximos anos, o que representa 5,3% da oferta atual. No geral, a região México/Caribe tem 107 propriedades em construção, em um total de 22.325 apartamentos, alta de 41,5% frente a abril de 2017. A área tem ainda outros 64 hotéis em fase final de planejamento (13.891 acomodações/-6% frente a abril de 2017), bem como 88 em planejamento (12.313 cômodos/+21,9%).

STR: pipeline América do Sul

Na América do Sul, o cenário é um pouco diferente do observado na região do México/Caribe. No total, 158 propriedades (24.639 quartos) estão em construção, queda de 17,9% em relação a abril de 2017. Existem ainda outros 75 empreendimentos em fase final de planejamento (11.373 acomodações), expansão de 12,4% na mesma base de comparação, e outros 131 ainda em planejamento (19.284 unidades/+8,1%).

Na região, os grandes destaques ficam com Bogotá, na Colômbia, com 1.543 quartos em construção, ou 10,6% da oferta atual da cidade. Lima vem logo atrás, com 1.470 apartamentos (15,2% do portfólio local) e os dois hotéis da Hilton Hotels anunciados ontem (15) são exemplos. São Paulo também é citado no estudo, com 1.122 unidades habitacionais em desenvolvimento (3% da oferta atual).

Em estudo divulgado no mês passado, a STR mostrou que, pela primeira vez desde 2011, o mercado sul-americano teve uma demanda superior à oferta na hotelaria.

(*) Crédito da capa: onestopmaps/Pixabay

(*) Crédito da foto: EmilianDanaila/Pixabay

Comentários