Pernambuco lança selo Turismo Seguro

pernambuco - turismo seguroRodrigo Novaes, secretário de Turismo de Pernambuco

Seguindo os exemplos do Rio Grande do Norte e MTur (Ministério do Turismo), Pernambuco também lançou sua própria certificação contra Covid-19. Intitulado Turismo Seguro, o selo contempla profissionais e empresas que se comprometem a respeitar os protocolos de segurança e mantêm documentação regularizada.

O cumprimento das medidas, documentação em dia e inscrição atualizada no Cadastur (Cadastro Nacional do Turismo) são alguns dos requisitos exigidos para a conquista do selo, anunciado pelo governo de Pernambuco, por meio da Setur-PE (Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco), Empetur (Empresa de Turismo de Pernambuco) e da Apevisa (Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária). 

O selo busca sensibilizar os empreendimentos e prestadores de serviço para que adotem os procedimentos necessários à retomada do turismo com segurança e ainda reforçar a confiança dos viajantes no destino Pernambuco. Participaram da live de lançamento, nesta quarta-feira (29) pela manhã, Rodrigo Novaes, secretário de Turismo do Estado; Antonio Neves Baptista presidente da Empetur, e  George Dimech, coordenador do Núcleo de Resposta às Emergências em Saúde Pública da Apevisa.

O selo Turismo Seguro é resultado de ampla discussão da Setur e Empetur com as entidades do trade turístico, por meio de reuniões online e setorizadas por segmento. Esses encontros foram iniciados em maio e originaram ainda todos os protocolos de segurança do governo do estado relacionados à atividade turística.

“O turismo é uma das atividades que mais sofreu com a pandemia da Covid-19. E o selo Turismo Seguro chega justamente neste momento em que começamos a reabrir as praias, restaurantes e serviços em algumas regiões. A intenção é destacar quem segue os protocolos de segurança, tão necessários a este retorno do turismo. Ao mesmo tempo, queremos transmitir um conforto aos turistas que vão viajar dentro de Pernambuco ou os de fora, que começam a planejar uma vinda. O selo assegura que há segurança, de que estamos seguindo todos os protocolos e cuidados para o retorno do turismo”, destaca o secretário.

O selo surge como marca para as empresas e prestadores de serviços do setor turístico, que se comprometem a seguir as recomendações dos protocolos determinados pelo governo. Podem aderir à chancela todas os estabelecimentos e profissionais pertencentes à cadeia do turismo, a exemplo de agências de turismo, bares, restaurantes, hotéis, pousadas e guias de turismo.

Pernambuco: como se inscrever

Todo o processo de inscrição e recebimento do selo será feito online. Para participar, basta acessar o link para a ferramenta de credenciamento do selo presente nos sites www.setur.pe.gov.br e no www.borapernambucar.com.br. A partir daí, o profissional ou empresa de turismo deve baixar o protocolo de segurança do seu segmento e, em seguida, preencher um termo de compromisso e anexar a documentação necessária.

“É muito prático de se obter, o processo é todo digitalizado, por meio de um portal. O empresário se inscreve com o número do Cadastur e anexa os documentos de comprovação necessários. Em seguida, a equipe da Empetur analisa a solicitação, e em poucos dias, aprova. Havendo alguma pendência, o candidato ao selo será orientado a suprir esta pendência. Finalizado o processo, a empresa receberá pelo e-mail o selo para colocar nos seus locais de trabalho e mídias digitais”, detalha o presidente da Empetur.

Pessoas físicas devem fornecer o número do Cadastur e o RG, além do termo de compromisso preenchido. Já pessoas jurídicas devem enviar, além do número do Cadastur e do termo de compromisso, CNPJ, licença sanitária, alvará de funcionamento e atestado de regularidade do Corpo de Bombeiros. 

Após a aprovação do cadastro, será enviado link de acesso ao selo para impressão e uso online em site e redes sociais da empresa. Para garantir ainda mais conforto ao turista de que aquela certificação é autêntica, o selo conta com QR code, que permite confirmar as informações do serviço chancelado.

(*) Crédito da foto: Divulgação

 

Comentários