Procura por passagens aéreas para a Rússia cresce 1.150% em dez meses, aponta Kayak

RússiaPaís europeu é sede da Copa do Mundo este ano

A menos de três meses do maior evento de futebol do mundo, a demanda por passagens aéreas para a Rússia disparou. É o que aponta um levantamento feito pelo Kayak - ferramenta de planejamento de viagens com alcance mundial. De acordo com os números da empresa, houve crescimento de 1.150% na procura por passagens aéreas para destinos russos de junho de 2017 para cá.

O estudo aponta, ainda, uma alta de 76,6% no preço médio de passagens aéreas para aquele país. A alta foi verificada na comparação da média de junho de 2017 com a de março deste ano. 

A variação mês a mês mostra o ritmo da subida, conforme pode ser visto na tabela abaixo:

Kayak

Segundo mostram os indicativos, o preço médio de passagens subiu em setembro, quando a venda de ingressos foi anunciada. Nesse período, o preço chegou a ficar 100% mais alto em relação a junho do mesmo ano. Com o anúncio da data de início da venda de ingressos, a Rússia ficou mais em evidência e a agitação do mercado em torno do destino impactou o preço das passagens aéreas.

Em 2018 as passagens voltaram a encarecer após um curto barateamento e a tendência é que, com a proximidade do mundial, os preços continuem crescendo. 

Passagens para a Rússia: metodologia da pesquisa 

O levantamento foi conduzido em 22/03/2018, no banco de dados do Kayak Brasil. Foram consideradas buscas por voos de ida e volta na classe econômica saindo de todos os aeroportos do Brasil com destino à Rússia entre 12/06/2018 e 16/07/2018. 

O período de buscas engloba os meses de junho de 2017 a 15 de março de 2018. Os valores apresentados são uma média dos preços disponíveis, estão sujeitos a alterações e a disponibilidade pode ser limitada.

Retorno da preferência por destinos internacionais

Além do motivo Copa do Mundo, o cerscimento na demanda pela Rússia está relacionado à volta da procura por destinos internacionais.

Segundo apontou o Mobile Travel Report, outro estudo feito pela empresa, as viagens ao exterior voltaram a ser objeto de desejo do brasileiro ao longo do último ano.

(*) Foto de capa: pixabay/Gorbachevsergey Foto

Comentários