RCI Brasil encerra 2019 com 14 novos associados

RCI Brasil- associadosBourbon Cataratas do Iguaçu Resort é uma das novidades da RCI

O ano passado foi marcado por novidades no portfólio da RCI Brasil. A empresa global de intercâmbio de férias adicionou 14 empreendimentos em sua carteira, número superior a 2018, quando 12 hotéis foram inseridos. Agora, a companhia soma mais de 250 propriedades em todo o território brasileiro com aproximadamente 200 mil sócios.

De acordo com Fabiana Leite, líder de Operações da empresa, o amadurecimento do mercado de timeshare e multipropriedade foi um dos catalisadores do crescimento. “A Indústria da Propriedade Compartilhada se desenvolve progressivamente e, a cada ano, vemos uma demanda crescente de empreendimentos nos dois modelos de negócios”, diz. 

“Outro ponto que nos chama atenção é o equilíbrio existente entre as duas opções de modalidade de negócio, o que justifica que ambos os modelos estão sendo procurados por empreendedores com interesses específicos. Em 2019, 58% dos projetos afiliados foram no modelo timeshare, enquanto 42%, afiliaram-se como multipropriedade”.

Desde 2017, muitos empreendimentos têm adotado o timeshare como modelo de negócios, pois além de melhorar sua performance comercial e aumentar a taxa de ocupação ainda fideliza o cliente. Vale ressaltar que com a lei da multipropriedade, investidores e incorporadores estão mais confiantes e seguros, dando início a novos projetos. 

RCI Brasil: novos afiliados

“O último ano tivemos conquistas importantes, tanto nas questões geográficas como no perfil dos empreendimentos. No modelo Timeshare tivemos a adesão de hotéis boutique, como o Modevie Boutique Hotel, em Gramado, e o SPaventura Eco Resort by GP Hotéis, em Ibiúna, além de redes tradicionais, como a rede Bourbon Hotéis & Resorts, que recentemente afiliou os empreendidos Bourbon Atibaia Resort e Bourbon Cataratas do Iguaçu Resort. Em Pernambuco vimos implantação do projeto Porto de Galinhas Praia Hotel. Já no Estado do Ceará destaca-se o crescimento do Grupo MVC com a afiliação Beverly Hills Residence, e um novo destino e parceiro em Guarapari, com Flamboyant Hotel & Convention”, afirma.

O segmento de multipropriedade também teve grandes aberturas de projetos, com novos destinos brasileiros. “Estados como Sergipe, que não tinham presença nesse segmento, também passaram a fazer parte dos destinos disponíveis no Brasil, como é o caso do empreendimento Reserva dos Lagos. Foz do Iguaçu ganhou mais um projeto chamado Aquan Prime Resort, e em Maceió destacou-se o Riacho Doce Beach Residence. As últimas afiliações em Multipropriedade do ano foram implantadas em novos destinos. Em Ubatuba afiliamos o projeto Jardim das Palmeiras II, e em Balneário Camboriú o projeto Brava Mundo”, destaca Fabiana.

Para 2020 o desafio é continuar esse processo de expansão e conquista de novos destinos e regiões. “Nosso compromisso com o sócio brasileiro é continuar incentivando o mercado turístico-imobiliário para que tenhamos cada vez mais diversidade de destinos dentre nossas opções de viagem”, finaliza a executiva.

Ainda este ano, afiliados serão reconhecidos pela qualidade dos serviços oferecidos como forma de estimular os empreendimentos a investirem em atendimentos de alto padrão. Os empreendimentos são reconhecidos nas categorias Gold Crown, Silver Crown, Hospitality e Excelence in Service por cumprirem os mais rígidos padrões estabelecidos pela empresa. Os sócios da RCI foram os responsáveis pelas avaliações.

(*) Crédito da capa: Divulgação/GJP Hotels & Resorts

(**) Crédito da foto: Divulgação/Bourbon Hotéis & Resorts

Comentários