Rio prepara carnaval de 50 dias; primeira impressão foi ruim

Carnaval no Rio de Janeiro - 50 dias_internaBloco reuniu 300 mil pessoas ontem em Copacabana; houve confusão

O carnaval se aproxima e com ele os preparativos ficam cada vez mais intensos. Além da maior oferta de voos, para diversas regiões brasileiras, o Rio de Janeiro também se prepara para receber centenas de milhares de turistas. Marcelo Alves, presidente da Riotur, divulgou que a cidade terá 50 dias de folia, com direito à abertura ontem (12), na Praia de Copacabana.

Apesar da expectativa positiva, a primeira impressão foi ruim. Desorganização, correria, confronto com guardas e muita confusão marcaram a dispersão da apresentação do Bloco da Favorita na praia carioca. O tradicional bloco teve a participação de aproximadamente 300 mil pessoas, informou a Polícia Militar. Houve ainda shows de Preta Gil e Sandra de Sá, além da eleição do Rei Momo.

Carnaval Rio 2020: organização

Mesmo antes da festa nas ruas carioca no domingo, Alves disse que o clima de carnaval já impera na cidade. “Têm ensaios nas quadras de escolas de samba, feijoadas em hotéis da cidade, eventos pontuais em locais destinados a blocos, desfiles nas ruas. Isso é alegria, é o que esperamos na cidade para que tenhamos 50 dias de folia, de alegria e de muita movimentação econômica, com muito emprego. O carnaval gera muito emprego”, comenta.

Sobre a infraestrutura necessária para a festa nas ruas da cidade, o presidente da Riotur disse que está tudo preparado. “Não tenho dúvida. Estou muito confortável e muito seguro, porque os órgãos públicos muito unidos estão fazendo o seu trabalho e já estão em plena ação. O carnaval está aí”. Vale destacar que a declaração foi dada antes da confusão no domingo.

Ele também comentou o problema com os blocos irregulares na cidade. “Eles têm tempo para se inscrever, têm todo o apoio do sistema online. Então, continuar com o bloco irregular só vai causar mais dificuldades na nossa cidade e essa conta não pode ser nossa. Para bloco irregular o suporte é zero. A gente não concorda com bloco que não esteja cadastrado em toda a operação da prefeitura”, finaliza.

(*) Crédito da capa: Monique Carrati/Unsplash

(**) Crédito da foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Comentários