Selina Aurora abre as portas no feriado e movimenta o Centro de SP

selina auroraUnidade manterá o caráter cultural da rede

O Centro de São Paulo ganhará mais um ponto de encontro no feriado. No dia 15, o Selina Aurora abre suas portas operando em soft open e chega para se conectar com a região que vem sendo restaurada e caiu nas graças do público paulistano novamente. Com aporte de R$ 5 milhões, a unidade fica localizada na rua Aurora, em um prédio onde funcionava uma operação da Bourbon Hotéis e Resorts.

De investidor único, o hotel atenderá a todos os segmentos e promete ser uma local de conexão e cultura. “O Centro vem se reinventando nos últimos anos. Com o movimento da gastronomia, a região se tornou um destino dentro da cidade e o Selina será mais um espaço de convivência”, comenta Flávia Lorenzetti, head da rede para o Brasil.

A unidade contará com coworking e três andares de coliving – com 48 apartamentos. Já as outras 60 acomodações serão divididas em dormitórios compartilhados, suítes, standard, lofts e híbridos. No caso dos compartilhados, os leitos terão cortinas e armários embutidos nas camas, dando maior privacidade ao hóspede. Já as suítes, categoria mais alta do empreendimento, projetores estarão disponíveis.

Em sua infraestrutura, o Selina Aurora contará com espaço wellness com aulas de yoga, dança entre outras atividades. Pensando em reunir pessoas e gerar socialização, o hotel terá cinema, cozinha comunitária e biblioteca.

No setor de A&B (Alimentos&Bebidas), a unidade terá dois espaços: um bar no estilo speakeasy com uma cartas de drinks bourbon e o Havana Café, que funcionará o dia todo com menu latino. Vale ressaltar que nenhuma refeição está inclusa nas tarifas, mas os hóspedes podem optar por comprar a diária com café da manhã.

O design do empreendimento foi projetado pela equipe interna da rede. A decoração dos quartos e corredores são inspirados em pontos turísticos e história São Paulo, com elementos que remetem ao Edifício Copan, mapas e fazendas de cafés. Todas as artes foram criadas por artistas locais, reforçando o conceito do grupo de estimular esses profissionais.

“A unidade da rua Aurora mantém nosso caráter cultural, onde realizaremos eventos, talks, workshops entre outras ações para interligar pessoas e nos conectar com a região do centro de São Paulo”, afirma Flávia.

Selina Aurora: expansão

Com uma unidade na Lapa, no Rio de Janeiro; na Vila Madalena, em São Paulo e na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, a rede deve abrir também este ano um empreendimento em Paraty (RJ), em dezembro. 

Além dos projetos em andamento, o grupo vem estudando a possibilidade de uma operação no Nordeste em 2021, além de uma segunda no Rio. Segundo Flávia, a região de Fortaleza e Jericoacoara, no Ceará, são fortes candidatas a receber um novo empreendimento.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Selina

Comentários