Setur-RN: pesquisa aponta preocupação com protocolos de segurança sanitária

Setur-RN - protocolos69% dos entrevistados afirmaram dar prioridade às medidas de higiene

Com a retomada do Turismo, a Setur-RN (A Secretaria de Turismo do RN) aproveita o momento para analisar o setor. Em conjunto com a EMPROTUR (Potiguar de Promoção Turística), a pasta realiza uma pesquisa estadual que já chega a 450 respondentes. Em sua segunda etapa, o estudo apontou preocupação com os protocolos de segurança sanitária.

A ação visa compreender de forma aprofundada a realidade vivenciada pelo setor turístico durante a pandemia mundial.  Intitulada “O Turismo do RN no contexto da Pandemia", a análise traz os impactos econômicos da categoria e as perspectivas para a retomada.

“Estamos trabalhando na consolidação do Plano de Retomada do Turismo do RN, as pesquisas foram a primeira etapa para conseguirmos fazer um panorama da situação dos negócios. Sabemos que não é um cenário fácil, teremos longos meses de muito trabalho pela frente, mas podemos constatar a importância de criar um protocolo sanitário exclusivo para nosso estado”, diz Aninha Costa, secretária de Turismo.

"Esse é um trabalho que será contínuo, precisamos acompanhar, por meio de inteligência comercial, o cenário local, nacional e internacional e com isso traçar estratégias de atuação para contribuir com a retomada efetiva do setor. Acreditamos que compartilhar as pesquisas com o trade do RN irá colaborar com o processo de tomada de decisão de gestores públicos e privados”, complementa Bruno Reis,  presidente da Emprotur.

Setur-RN: a pesquisa

Dentre os 450 respondentes há pessoas dos cinco polos turísticos do estado. Abrangendo ainda os meios de hospedagem, entidades do trade, bugueiros, condutores, guias de turismo, agentes de viagens, operadoras, setor de alimentos e bebidas, agências de receptivo e locadoras de veículo. O período de coleta de dados, feito digitalmente, ocorreu entre os dias 14 a 27 de maio deste ano.

Assim como apontado previamente em outros estudos, a pesquisa elucidou que o ponto chave para este momento, é a preocupação com higiene. Como consequência, a pandemia cria novos hábitos que precisam ser adaptados aos negócios.

A grande maioria (69%) dos entrevistados, apontou como prioridade para o Plano de Retomada do setor as medidas e protocolos sanitários. Quando questionados sobre a necessidade de um manual para melhores práticas sanitárias, 60% concordam que se sentirão mais seguro com a existência do documento.

Visando sanar esse ponto, cursos gratuitos de capacitação dos trabalhadores estão sendo desenvolvidos pelo Senac-RN. A ação acontece por meio de uma parceria entre o Governo do Estado do RN e a iniciativa privada. A segunda sendo representada pela ABIH-RN (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), Abav-RN (Associação Brasileira de Agências de Viagem), Abrasel-RN (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) e o Natal Convention. Além dos sindicatos SHRBS-RN (Sindicato de Hotéis, Restaurantes e Similares), de buggy (Sindbuggy-RN), Sindetur (Sindicato das Empresas de Turismo), e dos Guias de Turismo (Singtur) com o sistema Fecomércio.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Setur-RN

Comentários