Turismo de Salvador se fortalece no verão com 12% a mais de voos extras

SalvadorCentro Histórico é uma das principais escolhas dos turistas

O ano começou a todo vapor em Salvador. A capital baiana, cuja hotelaria divulgou números positivos de 2018, registrou crescimento de 12% na oferta de voos extras para o verão. No total, são 1.774 voos extras a mais em comparação ao mesmo período em 2018. Os dados são da Vinci Airports, concessionária que administra o terminal aeroportuário.

Um dos principais motivos apresentados para esse acréscimo é a alta demanda do destino no período. Em relação ao setor hoteleiro, por exemplo, a expectativa de ocupação fica entre 90% 93%, de acordo com a ABIH-BA (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis). São esperados tanto turistas brasileiros, quanto estrangeiros.

O interesse dos visitantes, portanto, é moldado em alguns parâmetros. Além de praias e paisagens da orla como objetos de procura, o Centro Histórico da cidade também se destaca entre eles. Outros pontos como atividades culturais, música, dança e gastronomia traçam o itinerário dos turistas.

Ao todo, são 53 segmento em alta produtividade no verão, entre atividade direta, indireta e induzida com o turismo. Alguns exemplos são bares, restaurantes, serviços de transporte, eventos e comunicação, entre outros. 

Salvador: história e renovação

Muito citado como representante da arte no estado, o Pelourinho é uma das atrações mais procuradas. O local guarda o maior conjunto arquitetônico colonial da América Latina, o que atrai grande número de visitantes todos os dias. Um dos principais roteiros é o que passa por construções sacras do Brasil Colonial. 

É o caso da Catedral Basílica de Salvador, espaço que foi restaurado totalmente pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Foram investidos R$ 17,8 milhões pela entidade.

Além disso, nas ruas estreitas do local, muitos dos turistas utilizam o SAT (Serviço de Atendimento ao Turista). A funcionalidade auxilia com informações turísticas sobre a capital e de outros regiões do estado. 

(*) Crédito da foto: Tatiana Azeviche/Setur-BA

Comentários