';
Serviços de praia - liberação no Rio_capa

"Novas fases, muitas mudanças e novidades para vocês!"

Vinicius Medeiros
Editor-Chefe
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Pleito da hotelaria é atendido e serviço de praia é retomado no Rio

Por Vinicius Medeiros 3 de novembro de 2020

Hoje (3), a Prefeitura do Rio atendeu a um importante pleito do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Rio de Janeiro (Hotéis Rio). Marcelo Crivella anunciou, durante coletiva de imprensa, que a permanência na areia das praias já está liberada. Com isso, pode ser solicitado qualquer serviço de praia, como aluguel de cadeiras e guarda-sóis e a montagem de barracas, desde que mantido o distanciamento de 1,5 metro.

Na avaliação da Hotéis Rio, a medida ajuda a acelerar a retomada do turismo do Rio de Janeiro. Mais ainda, era algo que Alfredo Lopes, presidente da entidade, vinha negociando com gestores da Vigilância Sanitária. Agora, ambulantes também podem passar vender bebida alcoólica, cuja comercialização estava suspensa. As medidas integram a Fase Conservadora, última etapa do plano de flexibilização das medidas contra a Covid-19 implementado pela Prefeitura do Rio.

Serviços de praia: razões

Após a avaliação do Comitê Científico, foi atestado que as curvas de contágio na cidade estão controladas e que não há motivo para impedimento das atividades econômicas, desde que sejam cumpridos os protocolos sanitários e as regras de ouro.

“O Rio de Janeiro estava perdendo turistas para cidades do Nordeste, que já haviam liberado o uso das praias. Para que o Rio possa se manter competitivo no cenário turístico, consideramos a medida de liberação muito propícia, principalmente, com o verão chegando. Mas, é importante ressaltar que o distanciamento social e o uso de máscaras devem ser mantidos, assim como nos demais locais já liberados”, comenta Lopes.

(*) Crédito da foto: LyraCid/Pixabay