';

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Setor de serviços: receita sobe em outubro e expectativa do ano é mantida

Por Redação 12 de dezembro de 2019

Setor de serviços - resultados outubroCom desempenho de 2019, CNC faz projeção de alta de até 1,9% em 2020

Em outubro, o volume de vendas do setor de serviços cresceu 0,8% frente a setembro. Foi o melhor resultado para o mês desde 2012, além de terceira alta consecutiva no indicador. O número integra a PMS (Pesquisa Mensal de Serviços), divulgada hoje (12) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No mês anterior, a alta havia sido de 1,2%

No trimestre encerrado em outubro, o setor acumulou alta de 2,1%, o melhor resultado para o período em toda série história da pesquisa. Frente a outubro de 2018, houve alta de 2,7%, maior percentual para o mês desde 2013 (+4,2%). No acumulado de 2019, o segmento avança 0,8%, puxado, principalmente, por São Paulo (+3,3%).

“A inflação historicamente baixa tem pavimentado a redução dos juros básicos, permitindo que o setor alcance o primeiro crescimento anual desde 2014”, afirma Fabio Bentes, economista da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo). Ainda assim, há de se destacar que mais da metade (15) dos estados brasileiros ainda registram queda na atividade do setor.

Setor de serviços: projeções

Após o resultado de outubro, a CNC segue apostando em um segundo semestre mais favorável para o segmento. Por isso, manteve a projeção de crescimento na atividade econômica em 1% em relação a 2018. Para 2020, a entidade prevê um ritmo ainda mais forte na expansão do faturamento real do setor, elevando de 1,7% para 1,9% sua previsão de alta.

(*) Crédito da capa: kaicho20/Pixabay

(**) Crédito da foto: Engin_Akyurt/Pixabay