';

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

WZ Hotel Jardins registra alta de 18% na receita em 2018

Por Filip Calixto 10 de janeiro de 2019

wz hotel jardinsVista da Avenida Rebouças, onde está localizado o WZ

A temporada 2018 terminou com números positivos para o WZ Hotel Jardins. O empreendimento localizado na capital paulista fechou a temporada com alta de 18% no faturamento, frente aos indicadores do ano anterior. A taxa de diária média também aumentou: crescimento de 10% na comparação entre os dois anos.

Segundo Marco Quioratto, diretor comercial da unidade, em resumo, foi um ano de procura elevada para o hotel, assim como foram os três anteriores. No levantamento de ocupação, o gestor aponta para aumento de 5% sobre 2017. 

"Temos um mix de clientes que nos permite ter boa ocupação durante quase todo o ano. Isso ajuda na obtenção de resultados como os que tivemos nesse período", pondera o diretor. De acordo com ele, hóspedes de perfil corporativo, de lazer e os que vêm atraídos por centros de compras e grandes hospitais da região são os mais frequentes. Em todos esses casos são clientes atraídos pela localização, já que o hotel fica numa ligação entre zona oeste e centro, próximo à Avenida Paulista e a grandes centros de saúde. 

Ainda segundo o dirigente, outros trunfos para atrair a clientela são o tamanho do hotel (320 apartamentos) e as condições do imóvel. "É um empreendimento que foi totalmente reformado há quatro anos e tem uma agenda de atualizações determinada", conta. No calendário do WZ, há uma reforma programada por ano e reparos feitos cotidianamente, conforme as necessidades se apresentam. A mais recente intervenção foi a mudança na categorização dos quartos, feita em outubro.

WZ Hotel Jardins: planos para 2019

Além de apresentar os números do ano passado, a gerência do hotel reuniu equipes para determinar 2019. E nesse planejamento expectativas otimistas foram apontadas. A projeção aumenta para alta de 15% no faturamento e maior crescimento em ocupação.

"Acreditamos num ano ainda mais positivo com o reaquecimento no mercado de viagens corporativas", diz Quioratto.

(*) Crédito da foto: Divulgação/WZ Hotel Jardins