';
Expo Forum Visit SP - live - capa

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Expo Forum Visit SP marcará reconstrução do turismo paulista

Por Nayara Matteis 13 de outubro de 2020

Focado em promover o turismo regional, o Expo Forum Visit SP 2020 chega a sua primeira edição em novembro. Desenvolvido pelo SPCVB (São Paulo Convention & Visitors Bureau) em parceria com a Setur-SP (Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo) e Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), o evento marca o início da reconstrução do setor no estado e também a segunda fase do programa SP Para Todos.

Em live encerrada há pouco, Toni Sando, presidente do Visite SP; Guilherme Miranda, secretário executivo da Setur-SP e Eduardo Sanovicz, presidente da Abear, apresentaram a proposta da ação, além de relembrar alguns números positivos frutos de acordos entre diferentes elementos do ecossistema que compõem a cadeia turística.

Em julho, Sando anunciou a retomada do SP Para Todos e o ingresso na nova fase com o intuito de reforçar a segurança do turista. O programa, no início, aumentou o número de voos em São Paulo, gerando crescimento exponencial do número de turistas com o acordo entre as companhias aéreas e governo do estado de redução do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

“A primeira fase foi até março de 2020, quando entrou a pandemia. Em função disso, suspendemos as campanhas e entramos na segunda fase com os protocolos de segurança que hoje estão em vigor para dar suporte a quem visita e trabalha no setor. Agora, otimizamos as campanhas para fazer do turismo a alavancagem econômica necessária neste momento”, comenta Sando.

O secretário executivo reforçou o potencial turístico de viagens de curta distância. Em trabalho realizado pelo CIET (Centro de Inteligência Econômica do Turismo), o nicho pode representar até R$ 13,1 bilhão na economia do estado. “Ano passado fechamos com 5,3% de crescimento e a partir disso tivemos margem para retomar de forma mais assertiva. No primeiro ano do Programa de Crédito Turístico, foram liberados R$ 1,1 bilhão, que com a pandemia foram redirecionados para giro, dando fôlego às empresas”.

Em participação virtual, o presidente da Abear reafirma o propósito do evento e a relevância das ações feitas em parceria com o governo até aqui. “Os resultados de 2019 falam por si. Não apenas no aumento de voos no estado, mas o impacto que tivemos na economia junto ao turismo”, destaca. “Em São Paulo, trocamos tributação por produção”.

expo forum visit sp - live - eduardo sanovicz

Sanovicz ressaltou ações feitas entre a Abear e governo do estado

Expo Forum Visit SP: o evento

Marcado para acontecer dia 4 de novembro no Sheraton WTC São Paulo, o Expo Forum Visit SP será realizado em formato híbrido. Atuando em três frentes, a ação terá espaços físicos e virtuais, seguindo o retorno dos eventos na capital paulista após o anúncio da fase verde do Plano São Paulo. “Será o primeiro grande evento neste modelo do estado de São Paulo. A proposta é trabalharmos com três plenárias: institucional, público final e trade. No Sheraton, teremos uma feira física com número reduzido de expositores de destinos, um evento virtual com estandes e outro espaço para o trade especializado”.

O Forum contará com a presença de secretários, empresários e representantes das iniciativas pública e privada debatendo soluções para a retomada do turismo. Para o público final, pacotes e produtos estarão disponíveis para compra. “A proposta é que cada um busque dentro do seu tema de interesse”, explica o presidente do SPCVB. “Estamos trazendo para São Paulo um evento com características de conteúdo, relacionamento e produtos”.

Vale ressaltar que a feira presencial seguirá todas as medidas de segurança e higienização recomendadas, enquanto os presentes na plataforma virtual terão uma experiência semelhante ao real. “A feira digital ficará uma semana disponível para visitação. Ainda teremos presidentes de companhias aéreas contando sobre expectativas para o futuro entre outros empresários. O setor público e privado devem trabalhar juntos e alinhados com o propósito que este seja um espaço que agregue valor, com temas em busca de reconstrução na busca por soluções”, finaliza Sando

(*) Crédito das imagens: Reprodução da internet