Best Western confirma compra da WorldHotels

Best Western - David KongKong acredita que há grande sinergia entre as empresas

O mercado hoteleiro continua agitado no início do ano. Depois do IHG (InterContinental Group) anunciar a compra da Six Senses, foi a vez da Best Western Hotels & Resorts. A norte-americana confirmou hoje (18) a aquisição da marca de luxo WorldHotels Collections. O valor da transação não foi divulgado pelas duas empresas.

Com o negócio, a Best Western adiciona 300 unidades, entre hotéis e resorts, ao portfólio. Mais ainda, posiciona-se melhor no segmento upscale e de luxo. “Há grande sinergia entre Best Western e WorldHotels. Essa parceria criar vantagens competitivas para as duas companhias”, avalia David Kong, CEO da Best Western.

A aquisição prevê que a WorldHotels mantenha a personalidade única do seu portfólio, que se espalha por destinos importantes globalmente. Em contrapartida, a marca de luxo se beneficia da capacidade de distribuição da Best Western, além de suas parcerias, ações de marketing e programa de fidelidade.

"A Best Western é uma das maiores, mais respeitadas e confiáveis redes hoteleiras. O poder combinado de nossas marcas abre caminho para um futuro brilhante tanto para a Best Western, quanto para a Worldhotels”, declara Geoff Andrew, CEO da WorldHotels. “A Best Western traz um novo nível de conhecimento que, sem dúvida, ajudará a aumentar a marca WorldHotels nos principais mercados”, completa.

Best Western: expansão 

A rede hoteleira americana tem passado por uma extensa transformação nos últimos anos. No ano passado, por exemplo, elevou seu portfólio para 13 bandeiras de diferentes segmentos. Bons exemplos são as marcas de hotel boutique Sadie Hotel (upscale) e Aiden Hotel (upper midscale)

Segundo a empresa, o negócio com a WorldHotels atesta o apetite de expansão da Best Western, bem como sua vontade de se modernizar. “Nos próximos meses, nosso foco será o impulsionar o potencial do WorldHotels, melhorando a entrega de receita para seus hotéis e protegendo sua identidade independente. Acreditamos que nossa plataforma e mecanismos de receita beneficiarão a Worldhotels e atrairão muitos hotéis de qualidade com a intenção de se unir à marca”, finaliza Kong.

(*) Crédito da capa: geralt/Pixabay

(**) Crédito da foto: Divulgação/NYU International Hospitality Investment Conference

Comentários