Brasil e Argentina firmam acordo e aumentam número de voos para 170 por semana

voosNegociação foi fechada durante a cúpula do Mercosul

Durante a cúpula do Mercosul, que acontece em Bento Gonçalves (RS), Brasil e Argentina expandiram os limites de voos semanais entre os países. O acordo foi fechado hoje (5), aumentando de 133 operações para 170 - sem restrições para voos de carga. A negociação não precisará ser aprovada pelo Congresso, pois se trata de uma emenda já existente.

O acordo pela parte argentina veio de demandas por conta da entrada de low costs na malha aérea brasileira, como é o caso da FlyBondi e Jetsmart. Já o Brasil viu a necessidade de expandir as operações devido ao período de férias e pela alta do dólar.

A cúpula do Mercosul começou ontem (4) e termina hoje com a presença dos presidentes de todos os países do bloco. A revisão da TEC (tarifa externa comum) - um dos principais temas da reunião - será adiada para o ano que vem. 

Voos: low costs

Cada vez mais atraídas pelo mercado brasileiro, empresas aéreas de baixo custo passaram a operar na malha doméstica nos últimos meses. A JetSmart divulgou o início das operações entre Salvador (BA) e Santiago, com três partidas semanais para a capital baiana. 

A partir do dia 20 de dezembro, a FlyBondi liga Florianópolis a Buenos Aires. Em janeiro, a companhia inicia as operações entre a capital argentina e São Paulo. A Sky Airline também pediu a autorização da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) foi a Sky Airline, seguida da Norwegian - operando desde março deste ano.

(*) Crédito da foto: Gellinger/Pixabay

Comentários