Em junho, Iloa Resort (AL) implementa sistema all inclusive

Resort alagoano projeta crescimento de receita com a medida 

A partir de 20 de junho, o Iloa Resort passará a operar no sistema all inclusive. Localizado em Barra de São Miguel (AL), o empreendimento oferece atualmente aos hóspedes opções de meia pensão e pensão completa. O resort informa que a medida também inclui o Iloa Beach Club, espaço inaugurado no ano passado.

Proprietário do Iloa Resort, Felipe Cavalcante conta que a implementação do all inclusive era uma demanda antiga dos hóspedes. “Há muito tempo que o mercado vem pedindo isso. Analisamos com calma e, dessa vez, entendemos que estávamos prontos e maduros para fazer a mudança”, afirma.

“Na verdade, o Iloa tem toda cara de all inclusive. Tanto o perfil do público, mais família, quanto a infraestrutura física, encaixam bem com o modelo”, avalia Cavalcante, que também preside a Adit Brasil (Associação para Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil). “Não vamos precisar fazer muitas adaptações, por isso que a mudança será relativamente rápida. Hoje, já usamos um sistema operacional que nos permite virar a chave agilmente”, completa.

Iloa Resort: impacto positivo

A motivação para implementar o all inclusive não visa apenas agradar aos hóspedes, embora isso seja sempre importante. “Temos total consciência do desafio de controle de custo, mas acho que a medida vai impactar muito na receita do resort e na rentabilidade”, avalia Cavalcante. “Achamos que, com a medida, vamos aumentar não só a diária média e o RevPar, mas também a taxa de ocupação, especialmente na baixa temporada”, acrescenta.

No ano passado, o Iloa Resort obteve crescimento de 15,3% na receita em comparação a 2017. Além disso, o empreendimento entregou uma série de melhorias, caso do beach club e de 24 novos apartamentos. Só no último caso, o investimento chegou a R$ 2,4 milhões. Em cima de todas essas novidades recentes, Cavalcante diz que a expectativa é muito positiva neste ano. 

“Em 2019, prevemos aumento de 25% na receita somente em função do all inclusive, que entra em operação no segundo semestre”, informa o executivo. “Para 2020, nossa estimativa é ainda melhor, com expansão de 35% do faturamento em comparação com este ano”, finaliza Cavalcante.

(*) Crédito das fotos: Divulgação/Iloa Resort

Comentários