Faturamento do Malai Manso (MT) cresce 67% em 2018

Malai MansoA unidade recebeu 133 eventos corporativos

No ano de 2018, o resort all-inclusive Malai Manso, localizado na Chapada dos Guimarães (MT), registrou um crescimento de 67% em seu faturamento, em comparação ao ano anterior. Comemorando dois anos de abertura, no mesmo período, o empreendimento atingiu também uma ocupação média de 42%. Para 2019, os gestores da propriedade esperam um aumento de 28% no faturamento e uma ocupação média de 49%.

Além disso, o empreendimento hospedou 116.310 pessoas no segundo ano de operação, fato relevante para a organização. “Queremos consolidar o resort como o destino ideal para quem procura por aventura e entretenimento. Nosso outro objetivo é manter o estado do Mato Grosso na lista de lugares turísticos que mais crescem no Brasil”, afirma Ricardo Gouveia, diretor comercial do Malai Manso Resort.

Um dos fatores que explica o aumento nos números, segundo o executivo, é o investimento feito na infraestrutura. Principalmente no lazer e entretenimento dos hóspedes, o resort dedicou, por exemplo, o espaço multiuso de eventos para a diversão do público, além de ter recebido 133 eventos corporativos. 

Para este ano, a organização anunciou que fará uma reforma no centro de convenções. A partir disso, o local poderá receber 1,4 mil pessoas, fazendo com que a unidade explore ainda mais os segmentos corporativo e MICE.

Malai Manso: outros pontos

Com o olhar para outros setores, Gouveia afirma que o resort deve também investir em sua programação de eventos culturais. A confirmação dessa atitude é a ida de artistas como Alexandre Pires, Claudia Leite e Zezé de Camargo e Luciano ao palco do empreendimento.

Vale ressaltar que 2018 foi um ano de aquisições no Malai Manso, com a contratação de novos colaboradores em abril.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Malai Manso

Comentários