Juma Ópera (AM) tem data de abertura confirmada

Juma Ópera - inauguração_piscinaDo rooftop é possível admirar o Teatro Amazonas, joia arquitetônica de Manaus

A hotelaria de luxo em Manaus ganha um representante de peso a partir de 2 de fevereiro. Na data, entra oficialmente em funcionamento o Juma Ópera, projeto de R$ 25 milhões de Caio Fonseca, sócio do Juma Amazon Lodge. O investimento inclui a compra do imóvel e de terrenos ao lado, além dos projetos arquitetônico e de reformas.

O complexo do hotel-boutique é formado por dois casarões tombados e restaurados, além de dois prédios construídos no mesmo estilo. Com vista para o Teatro Amazonas, o Juma Ópera conta com 41 suítes com metragens variando de 17 a 50 metros quadrados (m²). Todas têm ar-condicionado, Wifi, frigobar e TV, além de portas e janelas tratadas acusticamente.

O hotel conta também com ambientes com pé-direito alto, bar, restaurante, rooftop com piscina, academia e espaços para reuniões e eventos. A arquitetura ficou por conta de Roberto Vinograd, enquanto a decoração de ambientes é assinada por Debora Aguiar.

Juma Ópera: aposta na experiência

A gastronomia é um dos pontos altos do hotel. Sob a cúpula de ferro e vidro, o restaurante Ópera terá cardápio assinado pela chef Sofia Bendelak. Com refinamento e criatividade, a cozinha proposta por ela combina pratos regionais e internacionais. Entre os amazônicos, destaque para Trouxinhas de pato com velouté de Tucupi e Ceviche de Aruanã com Leite de Tigre Amazônico e chips de legumes.

Já a equipe do hotel será chefiada pelo experiente Rodrigo Dezan Cunha. Contratado em maio do ano passado, o profissional tem ampla experiência na hotelaria de luxo. Ao longo do seus 20 anos de carreira, Cunha já passou por Hotel Unique e Transamérica Comandatuba, entre outros. 

(*) Crédito das fotos: Divulgação Juma Ópera

Comentários