Marriott quer expandir em 40% o portfólio na Ásia e Oceania até 2020

marriott ásia Pipeline deve gerar 50 mil oportunidades de trabalho na região

A Marriott International anunciou que planeja inaugurar 1 mil propriedades até 2020 na região Ásia-Pacífico. O montante representaa 40% de crescimento no portfólio local da rede americana frente o número atual. A rede americana prevê ainda a geração de aproximadamente 50 mil vagas de trabalho.

Anúncio ocorreu durante a 15ª Hotel Investment Conference South Asia, encerrada terça-feira (2), em Bombaim, na Índia. Segundo a Marriott, só em 2019, está prevista a abertura de 100 hotéis na região, somando 20 mil quartos. Além disso, a rede americana deve promover a estreia de marcas em países como Austrália, Hong Kong, Filipinas, Nepal e Índia.

Atualmente, a Marriott conta com um portfólio de 710 propriedades em 23 países da região Ásia-Pacífico. Além disso, segundo dados da LE (Lodging Econometrics), a empresa tem, juntamente com Accor, Hilton e IHG (InterContinental Hotel Group), um dos maiores pipelines mundiais.

Marriott: China e Índia

A China continua sendo o principal foco de crescimento da Marriott na região. O pipeline da rede no país conta com 300 hotéis, respondendo por parte considerável do desenvolvimento previsto. Em 2019, 30 inaugurações estão confirmadas, incluindo a estreia das bandeiras JW Marriott Marquis Hotels, Renaissance e St. Regis.
 
Outro mercado bastante atrativo é a Índia. Com 50 hotéis no pipeline, a rede projeta a inauguração de 30 mil quartos até 2023. Em relação a novas marcas, unidades da Tribute Portfolio devem estrear até o fim deste ano no país.

Já no Sudeste Asiático, a empresa espera fazer 140 aberturas nos próximos anos. Destaque para as Filipinas, onde a rede planeja triplicar o portfólio até 2023. Por fim, na Oceania, a estimativa é de inaugurar 50 hotéis até 2020. Mercado-chave no continente, Austrália deve ganhar a estreia de três marcas: The Luxury Collection, The Ritz e Element Hotels.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Marriott International

Comentários