Rede Deville extingue uso de canudos plásticos

Rede Deville- canudos plásticosOpções biodegradáveis estarão à disposição dos clientes

Entrando no movimento contra o uso de canudos plásticos, a Rede Deville a partir deste ano deixa de oferecer o produto em todos os serviços de A&B do grupo. Caso o cliente solicite, uma opção biodegradável estará à disposição, entretanto a proposta é acabar com a necessidade do canudinho no dia a dia.

“Temos certeza que a ação será incentivada por nossos clientes. Juntos, ajudaremos a diminuir a poluição, evitar alagamentos por entupimento da drenagem urbana, além de reduzir acidentes e mortes com animais marinhos”, afirma o Diretor de Marketing e Vendas da Rede, Cícero Vilela.

A mudança foi implementada em janeiro e já está em vigor nos hotéis da rede. Os canudos substitutos são produzidos com tecnologia d2w, aditivo que permite a biodegradação do plástico. O processo começa 180 após o descarte, podendo levar até três anos para decomposição total, dependendo de fatores como temperatura, umidade e forma de despejo. O diferencial é o período bastante inferior aos 100 anos de decomposição do plástico comum.

Após testes, foi comprovado que em ambientes marinhos os novos canudos não geram resíduos de microplástico. O material também é reciclável e pode ser produzido a partir de materiais reciclados. Outra vantagem é a conversão de vendas de materiais produzidos com d2w em plantio de árvores da FUNVERDE. O novo material é certificado pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) conforme as exigências do INMETRO e pelo Instituto IDEAS (Desenvolvimento, Ensino e Assistência à Saúde)

Os canudos biodegradáveis também estão de acordo com as normas da autoridade internacional OPA de biodegradabilidade e segurança ambiental da ASTM, BS e AFNOR.

Rede Deville: sustentabilidade em outras redes

A bandeira Radisson, integrante do portfólio da Atlantica Hotels baniu o uso de canudos plásticos nas unidades de Belém (PA) e Aracaju (SE). Em ambos os hotéis, opções biodegradáveis também passam a integrar os serviços de A&b.

A rede Tivoli Hotels & Resorts desde o ano passado não oferece mais opções plásticas aos hóspedes. A mudança implementada no Tivoli Ecoresort da Praia do Forte (BA) em janeiro de 2018 deixou de produzir 120 kg de lixo plástico até dezembro do mesmo ano.

(*) Crédito da foto: manfredrichter/Pixabay

(**) Crédito da foto: Kapa65/Pixabay

Comentários