STR: pipeline das Américas do Sul e Central continua em queda

STR - pipeline América do Sul e CentralBrasil lidera o pipeline nas duas regiões, com 5,5 mil UHs em construção

Como no estudo anterior, a STR mais uma vez colheu dados negativos em relação ao pipeline das Américas do Sul e Central. Segundo a empresa americana, as duas regiões contam com 168 em desenvolvimento, queda de 5,3% frente igual período de 2018. No total, são 23,3 mil quartos em construção, apontam os dados. 

Cinco países apresentam mais de 1 mil UHs (unidades habitacionais) em construção, e o Brasil continua em destaque. No total, o país conta com 5,5 mil apartamentos em desenvolvimento, o que representaria 3,7% da oferta atual. Colômbia (3,7 mil quartos), Chile (2,1 mil habitações) completam o pódio, com o pipeline significando 7,1% e 5,8% do inventário, respectivamente.

Na sequência aparecem Peru e Argentina. No mercado peruano há 2,1 mil quartos em desenvolvimento, representando 7,6% da oferta existente. No país hermano, são pouco mais de 1 mil apartamentos em construção, 1,6% do inventário atual. Exemplos dessa expansão são os dois contratos assinados pela Hilton para abertura de unidades da Tapestry Collection by Hilton em Lima.  

STR e segmentação

Segundo a empresa americana, a grande maioria dos quartos em desenvolvimento se concentra em três categorias. São elas: midscale, upscale e upper upscale. Entre elas, o principal destaque fica com o primeiro segmento.

De acordo com a STR, há 5,5 mil quartos do segmento midscale em construção nas duas regiões. O montante representa alta de 29,5% frente igual período do ano anterior. Apesar de registrarem queda na comparação anual, os segmentos upscale e upper upscale têm 5,2 mil (-22,8%) e 4,8 mil (-21,7%) UHs em desenvolvimento, respectivamente.

(*) Crédito da foto: joffi/Pixabay

Comentários