Turismo de Portugal cria selo Clean & Safe

Turismo de Portugal - selo de higieneEm Portugal, diferentes estabelecimentos turísticos podem requerer selo

Durante a crise do coronavírus, questões de higiene ganham ainda mais relevância e passaram a ser assunto de segurança e saúde pública. Por isso, hotéis e outros estabelecimentos turísticos que optaram por manter as portas abertas durante a pandemia devem seguir medidas recomendadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Em Portugal, como incentivo para o cumprimento dos requisitos de higiene e limpeza foi lançado o selo Clean & Safe.

Válido por um ano, a certificação pode ser aplicada nos empreendimentos turísticos, empresas de animação turística e agências de viagem que possuem registo na Autoridade Turística Nacional. A aquisição é gratuita e não é uma medida obrigatória, funcionando apenas como incentivo aos estabelecimentos locais. 

Turismo em Portugal: sobre a medida

Para obter o selo, é preciso entrar nas plataformas digitais do Turismo de Portugal: RNET (Registo Nacional dos Empreendimentos Turísticos), RNAAT (Registo Nacional dos Agentes de Animação Turística) e RNAVT (Registo Nacional dos Agentes de Viagens e Turismo) e seguir rigidamente as recomendações de higienização. 

Uma vez submetida a Declaração de Compromisso por parte das empresas, estas podem utilizar o selo Clean & Safe”,
seja fisicamente nas suas instalações nas plataformas digitais. A medida é um incentivo do Turismo de Portugal, que fará, inclusive, auditorias aleatórias nos estabelecimentos aderentes. 

Ao redor do mundo, redes hoteleiras também se preocupam com a segurança de hóspedes durante a pandemia. Accor, por exemplo, firmou parceria com o Bureau Veritas e lançou um selo que cobrirá tanto acomodações, quanto serviços gastronômicos. Ainda neste contexto, a Marriott criou plataforma de padronização de protocolos globais de higiene. Por fim, até mesmo no segmento de aluguel de temporada foi dado esse passo. O Airbnb criou um protocolo de higienização para implementação por parte dos anfitriões.

Comentários