';

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Parques nacionais iniciam reabertura gradual para visitantes

Por Redação 17 de junho de 2020

parques nacionais - reaberturaParque Nacional do Iguaçu (PR) está aberto desde a semana passada

Meio à retomada do turismo, cada vez mais novas medidas corroboram para a flexibilização e retorno gradativo das atividades. Tendo a pasta como prioridade, o governo federal dá mais um passo em prol do retorno do setor. Desta vez, autoriza a reabertura gradual de parques nacionais.

Desde o mês de março, as atividades de visitação nos destinos e demais unidades de conservação foram suspensas devido à pandemia. Conforme a quarentena vai sendo afrouxada, os espaços públicos começam a ser liberados.

Ainda que seguindo as medidas de prevenção contra a Covid-19, o ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) autorizou na última semana a reabertura para visitação de quatro parques nacionais. Dentre eles o Aparados da Serra e Serra Geral, no Rio Grande do Sul, o de Brasília e o de Foz do Iguaçu (PR).

Parques nacionais: reaberturas

Para a retomada das atividades, é necessário respeitar as determinações legais estabelecidas pelos governos estaduais e/ou municipais. Entre as medidas essenciais para a reabertura estão o uso de máscara e a disponibilização de álcool 70%.

Na última segunda-feira (15) o Parque Nacional foi reaberto em Brasília. Algumas restrições foram impostas, como redução no número de visitantes, limitado a 300 pessoas por dia. Além disso, o local não cobrará ingressos pelos próximos 30 dias e não permitirá o uso das piscinas, assim como a visitação da Trilha Capivara. A expectativa é de que a partir do 31º dia até o 60º dia de abertura, o número de visitantes passe para 400 pessoas, e do 61º dia em diante, a visitação volte ao limite regular.

Já no Rio Grande do Sul e no Paraná, as unidades de conservação estão abertas desde a semana passada. Também com número de visitantes reduzido, operam com o limite de 40% de sua capacidade de público.  A venda de ingressos deverá ser realizada online, além de serviços e agendamentos.

(*) Crédito da foto: Zig Koch/MTur