';

"Novas fases, muitas mudanças e novidades para vocês!"

Vinicius Medeiros
Editor-Chefe
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Média de adesão do Selo Turismo Responsável é de 26% em meios de hospedagens

Por Redação 20 de agosto de 2020

Na segunda semana de agosto, o professor Thyago Albuquerque, da UFPB (Universidade Federal da Paraíba) divulgou a primeira edição do Estudo de Adesão dos Meios de Hospedagem ao Selo Turismo Responsável, que apontava maior aceitação no mercado Nordestino. Agora, o profissional lança o segundo relatório do levantamento, que aponta uma média de adesão de 26%.

Houve um crescimento em relação ao primeiro levantamento, porém ainda é uma adesão baixa, considerando que esta é a única política pública para garantir a adoção de protocolos de biossegurança na retomada das atividades turísticas. As análises foram baseadas em informações disponibilizadas nas plataformas do governo federal tanto sobre o selo quanto os cadastros no Cadastur (Cadastro Nacional do Turismo).

"O estudo mostra que com o passar dos dias os meios de hospedagens têm aderido ao selo, porém como muitos destinos já estão retomando a atividade turística, a adesão ainda é muito baixa. Pois esta é a única ação de política pública do Ministério do Turismo para apoiar na adoção de protocolos de biossegurança que protejam os colaboradores e os turistas”, comenta Albuquerque. 

selo turismo responsavel - infografico

Selo Turismo Responsável: adesão regional

O Nordeste continua a apresentar o maior grau de adesão pelos meios de hospedagem, alcançando a média de 34%, superando a média nacional. O Sudeste apresenta 27%, o Sul 26%, enquanto o Centro-Oeste e Norte continuam com os menores níveis de adesão, 16% e 9%, respectivamente.

Alagoas e do Rio Grande do Norte são os destaques nacionais, registrando a maior marca entre os estados, 42% de adesão. Bahia (38%), Piauí (36%), Distrito Federal (34%), Rio de Janeiro (33%), Pernambuco (31%)  e Maranhão (30%) são os estados que conseguiram ficar acima dos 30% de meios de hospedagens que aderiram a certificação.

Uma novidade desta edição são informações de alguns destinos turísticos do Nordeste, com destaque para a Praia da Pipa (RN), que alcançou a mais alta adesão, com 64% dos meios de hospedagens, considerando os estabelecimentos registrados em Pipa, Goianinha e Tibau do Sul. Maragogi alcançou os 55% e Porto de Galinhas registrou 39% de adesão, considerando os empreendimentos registrados em Ipojuca e Nossa senhora do Ó.

Temos ainda João Pessoa (PB) e Salvador (BA) com 35%, cada, Fortaleza (CE), com 34%, Porto Seguro (BA), com 30% e São Luiz (MA) com 30%. Foram analisados ainda Jijoca de Jericoacoara (CE) que apresentou uma adesão de 26%, igual a média nacional. Fernando de Noronha (PE), com 22% e Canoa Quebrada (CE), com 13%, considerando os meios de hospedagens registrados em Aracati (CE).

selo turismo responsavel - infografico

(*) Crédito da capa: Peter Kutuchian/Hotelier News

(**) Crédito dos infográficos: Divulgação