Número de hotéis fechados cai para 51% em junho, aponta FOHB

Diariamente, empreendimentos hoteleiros anunciam o retorno das operações. De Norte a Sul do país, medidas de flexibilização são implementadas, como é o caso de São Paulo, que acaba de passar da fase laranja para a amarela, permitindo reabertura de bares e restaurantes. Em estudo realizado pelo FOHB (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil), em maio a taxa de propriedades fechadas era de 65%. Para o mês de junho, o indicador teve queda para 51% e a tendência é cair ainda mais em julho.

A entidade aponta que três em cada quatro hotéis têm previsão de reabertura para este mês e o próximo. Em um novo levantamento realizado pelo Fórum, 13% dos entrevistados pretendem retomar as operações em junho, enquanto 51,5% devem reabrir em julho. Hoje, o Brasil conta com 49% de sua oferta hoteleira em funcionamento.

De olho no retorno das atividades, o FOHB anunciou o lançamento de um protocolo de biossegurança com o intuito de auxiliar o setor. Na pesquisa, foram entrevistados 65 redes hoteleiras, 884 hotéis, somando 142.889 UHs em 26 estados e 209 municípios.

“O último levantamento publicado ontem pelo FOHB mostra que praticamente metade dos hotéis de uma amostra de mais de 800 hotéis no Brasil já estão abertos e com a previsão de que 70% dos que estão ainda fechados reabririam em julho e agosto. Os hotéis já têm protocolo de retomada e, portanto, preparados para a volta dos clientes com segurança. Mas entendemos que as autoridades têm que se basear em dados para tomar a decisão de liberar pois, pior que abrir antes do tempo, será se tivermos que fechar tudo de novo por causa de uma recaída da pandemia”, comenta Orlando Souza, presidente do FOHB.

FOHB- disponibilidade hoteleira

FOHB: mercados

Entre as principais praças do país, Brasília é a que possui maior disponibilidade hoteleira, com 73,48% de seus empreendimentos abertos contra 26,52% de seus 26 hotéis fechados. Na outra ponta, temos o Rio de Janeiro com 63,57% de suas propriedades paralisadas e 36,43% em operação.

São Paulo, cidade com maior oferta hoteleira do país, de 129 hotéis e 24,2 mil UHs, ainda amarga com 53,39% do total de empreendimentos fechados e 46,61% abertos - perdendo apenas para Rio de Janeiro, Porto Alegre e Salvador.

 

FOHB- disponibilidade hoteleira

(*) Crédito da capa: Peter Kutuchian/Hotelier News

(**) Crédito dos infográficos: FOHB

Comentários