Samba Hotéis projeta nove aberturas para este ano

Rede mineira foi fundada em 2014

Rede fundada há cinco anos e com 11 hotéis em operação, a Samba Hotéis tem perspectivas otimistas para 2019. A principal delas é o planejamento de mais nove empreendimentos com abertura programada para as regiões Sudeste e Nordeste.

As impressões otimistas sobre o ano que acaba de começar têm como base o desempenho alcançado ao longo do ano passado. Em 2018, a companhia alcançou faturamento de R$ 40 milhões, quase dobrando os R$ 23 milhões faturados no ano anterior.

"Apesar do cenário de crise de 2018, obtivemos ótimos resultados. Foram cinco novos hotéis, lançamos a bandeira Samba In The Box, participamos de feiras de hotelaria e turismo pela primeira vez. Fizemos muitos contatos com empresários realmente interessados e estamos com diversas negociações, algumas bem avançadas", comenta Guilherme Castro, CEO da corporação mineira. 

Samba Hotéis aposta na nova marca

A bandeira Samba In The Box tem sido, desde seu lançamento a principal aposta da empresa. E o custo para a montagem de um hotel desse tipo tem sido o principal argumento para convencer investidores. 

"O valor aproximado para construir um Samba In The Box é de R$ 2 milhões e o prazo pode variar entre seis e oito meses, enquanto que para uma propriedade convencional a média é de 1,5 a três anos. Assim, o investidor já sai na frente com a possibilidade de começar o retorno financeiro ainda mais cedo", afirma Fred Carvalho, CMO da rede.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Samba Hotéis

Comentários