';

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Cresce o número de hotéis que suspenderam operações devido ao coronavírus

Por Redação 23 de março de 2020

coronavírusUbatuba Palace Hotel ficará fechado por 30 dias, informou a direção

A medida que a pandemia causada pelo covid-19, popularmente conhecido como coronavírus, se espalha pelos estados do Brasil, novos hotéis anunciam a paralisação das atividades. Na última sexta (23) o Hoteliers News, já apontou alguns estabelecimentos e a lista não para de crescer.

Todos os empreendimentos do portfólio Casa Hotéis, distribuídos entre Gramado e Cambará do Sul, no Rio Grande do Sul, suspenderam as atividades no último domingo (22), com reabertura prevista somente para o dia 1 de maio, sujeito à alterações, devido ao momento volátil causado pela crise. 

Também fecha suas portas temporariamente o Stream Palace Hotel, em Ribeirão Preto. A pausa iniciou na última sexta-feira (21) e segue até 30 de abril. Salvo exceção apenas do  Hotel Black Stream que manterá suas atividades, visando atender aqueles que precisam de hospedagem em situações emergenciais. Dada as circunstâncias, porém, o café da manhã será servido de forma individual, no próprio quarto e hotel afirma estar seguindo todos os procedimentos e medidas de higiene do protocolo de segurança da OMS (Organização Mundial de Saúde) e órgãos oficiais como Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde, Secretarias Municipais de Saúde e Defesa Civil. 

No litoral paulista, o Ubatuba Palace também suspende as operações, por um período de 30 dias. O decreto veio diretamente da prefeitura, como medida preventiva e seguindo as recomendações de reclusão social. No Nordeste, o Iloa Resort (AL) fecha suas portas amanhã (24) sem data de abertura definida. 

Na contramão dessa lista, o Grand Hotel Rayon permanece aberto em Curitiba. Como medida preventiva, as jornadas de trabalho dos funcionários foram reduzidas e grande parte já trabalha de casa. Os serviços também foram adaptados: o café da manhã é servido nos quartos e restaurantes e spa estão temporariamente fechados, com exceção do HAI YO, que passou a oferecer delivery e take away, das 19h às 23h30.

Marilis Borcath, diretora geral do hotel, garante que todas as recomendações da OMS estão sendo acatadas:“Disponibilizamos também em todo o hotel desinfetante para as mãos à base de álcool para clientes e funcionários. Ressaltamos ainda que oferecemos todo o apoio e orientações médicas aos hóspedes que precisarem”.

Coronavírus: redes hoteleiras

Não são apenas os hotéis independentes que vêm sofrendo com a pandemia. Redes como Slaviero Hotéis e Laghetto anunciaram a paralisação de suas atividades. Já a ICH informou que seguirá com suas operações, porém com jornada reduzida e equipes enxutas.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Stream Palace Hotel

(**)Crédito da foto: Divulgação/Ubatuba Palace Hotel