5 tecnologias que hoteleiros devem considerar adotar em 2020

tecnologiasChatbots  utilizam de Inteligência Artificial para interagir com os clientes

O ano novo está chegando e os hotéis estão preparando orçamentos e estratégias para começar com o pé direito. O problema é: como decidir quais tecnologias valem o investimento de um hotel.

Empreendimentos que não investem em tecnologia ficam atrás da concorrência. De acordo com um relatório recente da Hospitality Technology, 54% dos hotéis planejavam aumentar seus orçamentos de tecnologia em 2019 . Além de comprometer-se a fazer esses investimentos, também é importante entender como as novas ferramentas se encaixam nas necessidades de um hotel.

Tecnologias: quais adotar

Aqui estão as cinco principais tecnologias que os hoteleiros devem adotar em 2020, segundo a Lodging Magazine. Essas ferramentas abrangem os serviços de pré-estadia, estadia e pós-estadia, permitindo que os hotéis lidem com eficiência com toda a experiência do hóspede.

1- Chatbots

Os chatbots de hotéis equipados com Inteligência Artificial podem fornecer um serviço conveniente ao cliente durante a experiência de pré-estadia do hóspede. São rápidos, fáceis de usar e eficientes. Os serviços automatizados e a IA podem ajudar a personalizar o serviço coletando dados do hóspede e tornar a experiência do hóspede ininterrupta centralizando todo o atendimento ao cliente on-line. 

Eles também podem ser usados ​​durante a estadia de um hóspede - em vez de ficar na fila, os hóspedes podem facilmente obter as respostas necessárias para perguntas simples por meio de um chatbot.

2- Passeios em vídeo 360 graus

Na batalha entre OTAs e hotéis para atrair viajantes online, ter um sistema de reservas fácil de usar é uma ação básica - mas crucial -. Os viajantes não apenas pesquisam os melhores preços e acomodações on-line, mas também reservam e pagam por meio de seus smartphones. O que pode dar aos hotéis uma vantagem competitiva são os passeios em vídeo de 360 ​​graus - uma forma de marketing de vídeo que permite às marcas exibir as qualidades físicas de uma propriedade. Ao contrário dos vídeos de realidade virtual, que exigem um fone de ouvido VR, os hóspedes podem ver vídeos de 360 ​​graus em uma variedade de dispositivos.

Também conhecido como vídeo esférico, esse tipo de ferramenta está se tornando popular porque é mais difícil dizer "não" a uma experiência do que a uma idéia.

3- Smart check-in

Ter que esperar na fila para fazer o check-in pode arruinar a experiência de um hóspede desde o início. O check-in inteligente usando quiosques de autoatendimento e smartphones como chaves do quarto impressiona os hóspedes e atenua a carga de trabalho da equipe do hotel. Uma pesquisa de 2019 com mais de 3,6 mil viajantes encomendados pela empresa de hospitalidade Criton descobriu que o auto check-in e o acesso a um quarto via chave digital são os principais requisitos dos hóspedes de hoje. Além disso, 68% dos entrevistados consideraram inaceitável esperar na fila da recepção por mais de cinco minutos.

4- Internet das coisas

A Internet das Coisas possibilita o controle central das comodidades e instalações dos quartos, oferecendo aos hóspedes a conveniência que eles procuram quando ficam em hotéis. Ela também apóia iniciativas de sustentabilidade, permitindo que convidados e funcionários regulem melhor o consumo de energia enquanto reduzem custos e emissões.

5- Gerenciamento de revisão online

A reputação online de uma marca nunca deve ser tomada como garantida. Em um mundo dominado por tweets e posts, as mídias sociais exercem uma imensa influência nas vidas e nas decisões dos viajantes. Os hotéis devem adotar as mídias sociais e abordá-las não apenas como uma ferramenta de marketing, mas também como uma ferramenta de atendimento ao cliente. A equipe de gerenciamento de um hotel deve monitorar os comentários sociais diariamente - uma tarefa que é difícil ou mesmo impossível se feita manualmente. 

Por meio das ferramentas de gerenciamento de revisões online, os hotéis podem lidar melhor com o volume de comentários e abordar as respostas dos hóspedes antes, durante e depois da estadia, melhorando a lealdade.

(*) Crédito da foto:Lodging Magazine

(**) Texto originalmente escrito por Paula Carreirão, Content Marketing da Asksuite, para a Lodging Magazine

Comentários