Live do Hotelier News e R1 apresenta protocolos de higienização criados pela ABG

Live - novos protocolos ABG_Maria José DantasMaria José: trabalho feito a 50 mãos e que será atualizado em seis meses

O tema é estratégico para a retomada dos negócios da hotelaria. Sim, garantir que os quartos estão seguros contra o contágio do coronavírus será vital para atrair clientes. Associações, redes nacionais e internacionais deram esse passo, criando selos para dar a confiança ao consumidor. Quem faz o mesmo agora é a ABG (Associação Brasileira de Governantas), que promove o lançamento oficial dos seus protocolos em live do Hotelier News e Grupo R1.

Com o título Novo Protocolo de Higienização de UHs, a transmissão teve participação de Marcelo Boeger (Albert Einstein), Maria José Dantas (ABG), Mônica Fernandes Magela (CCIH) e os consultores da área de higiene, Ricardo Miranda e Roberto Farias, além de outros membros do comitê formado pela ABG para o desenvolvimento do documento. Jeferson Munhoz (HotelCare e Escola para Resultados) mediou o debate.

O manual da ABG teve a participação de vários profissionais de hotelaria e consultorias especializadas. Não se tratam apenas de protocolos, esclareceu Maria José. O documento fala também sobre como conduzir capacitações dos times de governança para lidar com as novas demandas de higiene nos hotéis. 

“Foi um trabalho grande, feito a 50 mãos. Três meses depois conseguimos finalmente lançá-lo. Foi também uma ação que envolveu uma pesquisa difícil e extensa, mas formamos um time de profissionais maravilhoso para desenvolvê-lo, com grande colaboração entre todos”, disse Maria José, que anunciou que deve fazer uma atualização do manual em seis meses. “São procedimentos criados para garantir a segurança dos hóspedes e equipe de governança, independentemente do porte do meio de hospedagem, de um hostel a um grande resort.”

Live: o protocolo

O material traz informações sobre a metodologia adotada, novas padronizações, um passo a passo do que fazer, além dos materiais e equipamentos utilizados na limpeza e higienização. Ao todo, foram compilados 91 protocolos, do manuseio do enxoval até a finalização do apartamento, passando ainda pela lavagem do uniforme dos funcionários. Além disso, segundo Maria José, produtos químicos ganharam protagonismo no “novo normal”, porque são esses itens que vão garantir a segurança, combinando eficiência e qualidade.

"No caso dos materiais, mostramos o que sai do processo e o que foi substituído", destacou Maria José. "Não temos mais vassoura e rodo, por exemplo. As tarefas podem ser realizadas por uma ou duas pessoas. Ainda assim, há duas etapas: primeiro, um profissional desinfeta o local, numa etapa suja. Depois, é feita a etapa limpa, como acabamento, forração das camas e colocação dos mimos", completa.

Maria José destacou que o manual não é homologado por nenhuma instituição ou auditoria. “A hotelaria se movimentou para criar selos. Na ABG, pensamos primeiro no desenvolvimento de referências para todo o setor para depois partir para um modelo de certificação. Não somos homologados pelo MTur (Ministério do Turismo), por exemplo, que criou seu próprio selo”, comentou. “O manual é um conjunto de processos técnicos e operacionais, feitos pelo comitê técnico e especialistas, baseado em norma técnicas nacionais e internacionais”, completou.

Para baixar o manual com os protocolos criados pela ABG, acesse https://bit.ly/2NIUMIi. Já para assistir a live completa, clique em https://bit.ly/2BXT96L – aproveite e aperte no joinha para acompanhar todas as nossas transmissões. Por fim, não deixe de seguir as redes sociais do Hotelier News no Facebook, LinkedIn e Instagram para saber tudo que ocorre na hotelaria.

(*) Crédito da capa: Squirrel_photos/Pixabay

(**) Crédito da foto: reprodução de internet

Comentários