';

"Novas fases, muitas mudanças e novidades para vocês!"

Vinicius Medeiros
Editor-Chefe
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Governo não quer aumento de receitas tributárias, mas eliminação de encargos trabalhistas, diz Guedes

Por Redação 6 de agosto de 2020

encargos trabalhistas - guedesGuedes participou de live promovida pela FIL

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse hoje (6) que o governo não mira aumento nas receitas com a reforma tributária e defendeu que a redução dos encargos trabalhistas está por trás do novo imposto que está sendo estudado pela equipe econômica. As informações são da Reuters.

“Como não temos espaço fiscal para eliminar o imposto sobre o trabalho (contribuição sobre a folha), ao menos vamos reduzir alguns desses impostos e essa é a razão pela qual estamos considerando criar um outro imposto”, disse ele em live promovida pela FIL (Fundación Internacional para la Libertad).

Guedes defendeu que não é correta a informação de que o novo imposto viria para bancar iniciativas populistas. “O novo imposto está sendo desenhado e estudado exatamente para substituir o imposto cruel sobre o trabalho que produziu 40 milhões de invisíveis nas ruas no Brasil”, disse.

Encargos trabalhistas: receitas tributárias

O ministro afirmou que haverá aumento das receitas tributárias no país em função das iniciativas pensadas na reforma tributária e pontuou que, caso isso aconteça, as alíquotas serão reduzidas de imediato. “Se as receitas subirem mais do que esperamos, vamos reduzir imediatamente as taxas. Não haverá aumento nas receitas tributárias no Brasil.”

(*) Crédito da foto: Adriano Machado/Reuters