FMI revisa para cima crescimento da economia brasileiro em 2020

FMI - revisão PIB do Brasil 2020_internaVentos de Brasília, como a Reforma da Previdência, motivaram revisão

O maior otimismo com a economia brasileira chegou ao FMI (Fundo Monetário Internacional). Hoje (20), a instituição elevou a perspectiva de crescimento da economia brasileira em 2020. Dois fatores, entre eles a aprovação da Reforma da Previdência, foram os motivadores da revisão, informa o fundo. Também houve melhora para o resultado do ano passado. 

No relatório Perspectiva Econômica Global, o FMI elevou para 2,2% o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) nacional. No documento anterior, divulgado em outubro, a estimativa de alta era de 2%. Ainda segundo a instituição, a revisão ajudou a conter a pressão negativa de México e Chile sobre as projeções para a América Latina.

Segundo o FMI, a revisão para cima da estimativa do Brasil tem relação com “a melhora do sentimento após a aprovação da reforma da Previdência e à redução dos problemas de oferta no setor de mineração”.

FMI: cenário 2019

As perspectivas melhores para o Brasil compensaram revisões para baixo do México e do Chile, que teve forte redução após manifestações sociais. No país andino, houve forte impacto na hotelaria local. Agora, a estimativa de alta da América Latina é de 1,6% em 2020, e de 2,3%, em 2021. Os resultados são 0,2 e 0,1 ponto percentual menores frente ao relatório anterior.

Voltando ao Brasil, o FMI também apontou melhora, dessa vez mais parruda, para a atividade econômica do país no ano passado. Agora, o FMI projeta crescimento de 1,2% da economia brasileira em 2019, ante apenas 0,3% no relatório anterior. 

Para corroborar esse cenário, o IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central) de novembro veio acima das estimativas do Banco Central. Os dados oficiais do PIB serão divulgado em 4 de março pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

(*) Crédito da capa: geralt/Pixabay

(**) Crédito da foto: William Carletti/Unsplash

Comentários