';

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Resorts americanos fecham temporariamente para prevenir contra o coronavírus

Por Redação 17 de março de 2020

Coronavírus - resorts fechados EUAEmpresa anunciou que operações devem voltar em duas semanas

Problemas em cadeia impactam a indústria de viagens em função do coronavírus. Empresas aéreas, OTAs, agências físicas, segmento Mice, hotéis e resorts, todos sentem os efeitos. Nas últimas semanas, contudo, há uma mudança de cenário. O que outrora se concentrava na China, agora afeta empresas do mundo todo. Ontem (16), dois resorts nos Estados Unidos paralisaram temporariamente as atividades como forma de prevenir contra a pandemia.

O primeiro a anunciar foi o Wynn Resorts, de Las Vegas, que permanecerá com operações paralisadas por inicialmente duas semanas. Na sequência, foi a vez do Vail Resorts, que confirmou o não funcionamento de todos os empreendimentos de montanha, além de lojas na América do Norte, de 15 a 22 de março. No período, operações de hospedagem e gerenciamento de propriedades continuam, mas não serão aceitas novas reservas. 

Em nota, Rob Katz, CEO da empresa, descreveu o momento como "incrivelmente desafiador”. “Com 37 resorts espalhados por 15 estados e três países, nós – como o resto do mundo – acompanhamos de perto todos os novos desenvolvimentos relacionados ao coronavírus e mantemos contato constante com as autoridades locais de saúde para orientação", afirma. Katz acrescentou que todos os funcionários serão pagos "durante o próximo período de oito dias, sem precisar usar férias ou tempo de doença.”

Coronavírus: eventos

Como citado no início do texto, um dos setores mais afetados pela pandemia é o segmento Mice. No Brasil e no exterior, vários eventos estão sendo cancelados ou adiados. De carona nesse movimento, a hotelaria contabiliza perdas em função desses acontecimentos.

Uma das principais feiras de turismo mundial, a ITB Berlin foi cancelada seguindo recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde). Já a BTL (Bolsa de Turismo de Lisboa) anunciou o adiamento. No Brasil, a WTM-LA foi adiada para outubro. Outro encontro postergado foi o Fórum Eventos. Por fim, a Reed Exhibitions cancelou a edição 2020 da ILMT Latin America, que volta a São Paulo em maio de 2021.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Wynn Resorts