';

"Bem-vindos ao nosso novo portal! "

Peter Kutuchian
Founder & CEO
Cursos
icone de um computador com um LMS (learn management system)
Confira nossos cursos

Três perguntas para: Enrico Geiger

Por Nayara Matteis 18 de agosto de 2020

Enrico Geiger - tres perguntas paraGeiger: nosso objetivo para 2020 e além é continuar crescendo de forma sustentável

 Segundo executivo da OYO Brasil a ser convidado a participar da série Três perguntas para, Enrico Geiger reforça a firmeza da rede indiana em manter seus planos de expansão sustentável em terras tupiniquins. Em abril, ainda no início da pandemia, o grupo anunciou um planejamento preventivo com políticas como a criação de um Comitê de Crise e adoção do home office.

Em paralelo, a OYO passou a promover uma série de webinars com especialistas de saúde para sanar as dúvidas de parceiros quanto ao Covid-19 entre outras medidas de suporte diante da crise. A rede ainda alcançou uma importante marca, chegando ao seu milionésimo hóspede no Brasil no OYO Palace Hotel Campo Grande.

Em entrevista ao Hotelier News, o vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios contou sobre os avanços tecnológicos do grupo que já nasceu com o digital em seu DNA. “Realmente, a OYO é considerada uma nativa digital, mas mesmo assim tivemos adaptações devido às restrições da pandemia”, garante.

Para impulsionar os negócios da rede, Geiger usa seu fôlego de atleta no dia a dia. O executivo já participou de inúmeras provas de atletismo e triathlon, além de ter praticado outros esportes como futebol, canoagem, caratê, surf, escalada e jiu jitsu. Tantos resultados de superação na vida pessoal são ótimos combustíveis para ultrapassar barreiras e desafios em sua carreira, que como a grande maioria dos hoteleiros, vem enfrentando os obstáculos gerados pela pandemia.

Hotelier News: Especialistas dizem que o principal "legado" da pandemia será a aceleração da transformação digital das organizações. A OYO já nasceu digital, certo? Agora, o que ainda dá para fazer e avançar neste processo?

Enrico Geiger: Realmente, a OYO é considerada uma nativa digital, mas mesmo assim tivemos adaptações devido às restrições da pandemia. Dois exemplos interessantes para compartilhar: o primeiro, o processo de vendas que antes envolvia visitas presenciais tanto para apresentação da OYO como quaisquer outras negociações de condições comerciais, e agora fazemos tudo por vídeo, usando a tecnologia como facilitadora. Conseguimos gravar as reuniões (sempre com consentimento do proprietário), e dessa forma conseguimos fazer melhorias em nossa argumentação de vendas e propostas. O segundo, é o processo de avaliação, que realizamos antes de incluir uma nova propriedade na rede OYO. É um processo que tiramos fotos de todos os itens dos quartos do hotel para avaliar padrões para se tornar um hotel OYO e entendermos a necessidade de investimentos. Antes da pandemia, esse processo era executado por um funcionário e agora pelo proprietário com a orientação à distância. Estamos tendo bons resultados e após a pandemia provavelmente manteremos esta evolução digital no processo.

HN: Outra questão vital hoje na hotelaria são as vendas diretas. Como a OYO vem atuando para ampliar a base, direcionar mais usuários para o app e elevar a fatia de vendas sem intermediários? Qual a estratégia adotada?

EG: Nossos canais de venda direto, que hoje são o app, website e o call Center, têm evoluído em reconhecimento mês após mês depois de investimentos principalmente em marketing digital. Hoje, mesmo com um pouco mais de um ano de operação no Brasil, já comemoramos no mês passado a marca de um milhão de hóspedes, tendo mais de 20% de todas as nossas reservas originárias de nossos canais diretos. 

HN: Depois de tudo que aconteceu com a pandemia, como anda o ritmo de desenvolvimento? Quais as metas e planos para o segundo semestre e 2021?   

EG: A pandemia não mudou nossos planos, o nosso objetivo para 2020 e além é continuar crescendo de forma sustentável. Aproveitamos este momento para nos aproximar mais de nossos parceiros, não fisicamente, mas dedicar esforços para entender as necessidades e ajudá-los na nova forma de administrar os hotéis. Por exemplo, criamos o Selo Limpeza Certificada, com treinamentos para os hoteleiros e identificamos que a ocupação dobrou em propriedades que já possuem a certificação, assim como as notas dos hóspedes que aumentaram 0.30 nas OTAs. Isso reforça, que o novo normal veio para ficar e empresas que não se adequarem a ele ficarão obsoletas. Importante mencionar os últimos lançamentos de canais, sendo o portal Seja Parceiro, em que os hoteleiros independentes, que queiram fazer parte da rede OYO poderão entender os principais benefícios em se associar a marca e se cadastrar para posterior contato. O outro é o Embaixadores OYO, um programa de canais indiretos, muito comum em empresas do segmento B2B, o qual empresas e profissionais do segmento hoteleiro podem indicar hotéis independentes para a rede e, na sequência, serão remunerados.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Oyo Hotels & Homes