Marcelo Álvaro Antônio diz que Brasil pode extinguir visto para norte-americanos

Brasil - Marcelo Álvaro Antônio Antônio foi empossado como ministro no dia 2 de janeiro

Recém-empossado, Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG) já está movimentando o MTur (Ministério do Turismo). Em entrevista ontem (16) a Reuters, o ministro disse que planeja acabar com a exigência de vistos para turistas americanos. Hoje, os visitantes dos EUA podem emitir o documento pela internet, com bons resultados, pagando de US$ 44 a US$ 160, dependendo da validade. 

O Brasil atualmente adota o princípio da reciprocidade para o tema dos vistos. Neste sentido, pelo entendimento vigente, os americanos que visitam o país enfrentam exigências semelhantes às aplicadas por Washington para brasileiros viajam aos EUA. A ideia é acabar com isso, disse o ministro.

“Nossa intenção é realmente acabar com os pedidos de visto para norte-americanos”, afirmou Antônio a Reuters. "A esquerda tratou os Estados Unidos como adversário, o novo governo não", completou Antônio, alfinetando o governo petista, que não cogitava alterar o princípio da reciprocidade. 

O ministro afirmou também que está sendo analisada a dispensa de visto para cidadãos do Canadá, do Japão e da Austrália. Não há ainda uma definição sobre isso, ele assegurou.

Marcelo Álvaro Antônio: outros planos

O ministro acrescentou que tem como meta duplicar, até 2022, o número de visitantes estrangeiros no mercado brasileiro. Hoje, cerca de 6,6 milhões de turistas internacionais visitam o Brasil anualmente, quase a metade do que recebe Nova York. 

Para chegar lá, Antônio pretende duplicar gastos com promoção turística no exterior, chegando a US$ 34 milhões até 2023. Por fim, outra ideia do ministro e de sua equipe é de transformar o CNT (Conselho Nacional de Turismo) em uma agência, firmando parceria com empresas privadas. Até o momento, a lei não permite esse tipo ação.

(*) Crédito da capa: Nik Shuliahin/Unsplash

(**) Crédito da foto: Divulgação/MTur

Comentários